🔨 10 ferramentas básicas que todo ELETRICISTA INICIANTE deve ter

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Bom, como em qualquer outro ramo, na área elétrica é bem difícil saber quais ferramentas devo comprar pra iniciar na profissão né, por isso hoje nós da engehall resolvemos fazer uma lista com 10 ferramentas para ajudar eletricistas iniciantes a decidir quais ferramentas necessárias para começar a trabalhar.

A PRIMEIRA FERRAMENTA que considero essencial é um KIT DE CHAVES DE FENDA E PHILIPS de preferência isoladas por completo cabo e haste, e de marcas conhecidas, em média o custo de um jogo desse aqui com 6 chaves é R$ 70,00

A SEGUNDA FERRAMENTA que também é fundamental é um JOGO DE ALICATES, são eles UNIVERSAL, CORTE e BICO. Procure também por marcas boas, como BELZER, GEDORE, etc e todos com isolação de 1000v. Em média você vai pagar ai nesse kit uns R$ 150,00

Já a TERCEIRA FERRAMENTA essencial é o chamado PASSA FIO ou também de sonda ou guia para passar os cabos. Sem ela é impossível passar cabos dentro dos conduítes rsrs. Eu recomendo 2 tamanhos diferentes, uma sonda de 10 metros e outra de 20 metros, em média o preço das duas juntas no mercado é R$ 40,00.

A QUARTA FERRAMENTA é um JOGO DE CHAVES COMBINADAS, esse aqui paguei R$ 30,00, está comigo a mais de 5 anos ela tem catraca e vários canhões, basicamente para apertar alguns conectores e parafusos sextavados só com ela é possível fazer o serviço, se não for possível comprar um desse compre ao menos um jogo de chave de boca, mas eu acho esse aqui melhor, tirando que a catraca faz o serviço ser mais rápido.

Já a QUINTA FERRAMENTA é um ALICATE DE PRESSÃO. Gente esse cara aqui salva a gente dependendo do tipo de conector, sem um desse precisa de um ajudante pra ficar segurando o alicate universal e você apertar do outro lado, esse aqui custou R$ 20,00 e também tenho ele a mais de 3 anos, dura muito, afinal não é de uso constante né!

Quanto a SEXTA FERRAMENTA que considero essencial, é a TRENA. Bom de preferência uma que tenha um tamanho médio tipo 7,5m, e que ela tenha trava de segurança e se possível 25mm de largura, porque quebra menos rsrsrs. O custo de uma trena boa no mercado é R$ 35,00.

A SÉTIMA FERRAMENTA essencial para iniciar no ramo é o ARCO DE SERRA.Eu gosto muito da marca STARRET, essa ferramenta é muito utilizada para cortar eletrodutos rígidos galvanizados, barramentos, enfim, tudo que precisa cortar na obra precisamos de um arco de serra, e ele é barato custa em média R$ 40,00 no mercado já com a serrinha.

Bom a nossa OITAVA FERRAMENTA essencial é o NÍVEL BOLHA e eu gosto dos de alumínio. Cara, sem um desse aqui a gente faz tudo torto. Ele serve basicamente para nivelar caixinha, eletrodutos, canaletas, enfim só com um nível bolha no mínimo dá pra pegar serviço de dutos aparentes. Mas fica tranquilo ele também é barato, com uns R$ 20,00 você compra um desse de qualidade.

Já a NONA FERRAMENTA para um eletricista iniciante é um ALICATE AMPERÍMETRO. Turma o alicate amperímetro serve para medir as grandezas elétricas como a tensão, corrente, resistência, testes de continuidade, enfim pra mim é a principal ferramenta que um eletricista deve ter, porque ele analisa quase tudo em uma instalação pra gente. Eu tenho aqui da FLUKE, da HIOKI e também da FLIR, mas o mais em conta é esse da MINIPA, custa em média R$ 120,00 e atende muito bem pra quem tá começando sim, tem várias funções. Inclusive ter uma chave de teste digital também é interessante, coloca aí pra mim como a nona ferramenta e meia porque tem a décima ainda rsrsrs.

E por fim a DÉCIMA FERRAMENTA que um eletricista iniciante deve ter é uma FURADEIRA PARAFUSADEIRA. Eu recomendo ser a bateria, dá muito mais autonomia pra gente, porque na maioria das obras ainda não temos energia né, então a bateria é altamente portátil. Eu tenho essa aqui da DEWALT de 20V e essa outra que ganhei da EINHELL de 12V. Bom, com uns R$ 300,00 você já compra uma marca boa, tipo MAKITA ou BOSCH dessas parafusadeiras aí.

Cometi um “ENORME VACILO” e vim aqui falar disso!

Vídeo do multimetro – https://www.youtube.com/watch?v=eftFctK5ftI

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

🏧 TESTEI O MULTÍMETRO MAIS BARATO DO MERCADO LIVRE

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Resolvi comprar e testar o multímetro mas barato do mercado livre! A ideia é saber se ele é seguro o suficiente e a qualidade de medições dele é equivalente aos que temos aqui no estúdio que custam um pouquinho mais caro.

1º TESTE – QUALIDADE DO PRODUTO

O material dele é muito inferior aos outros. Ele é bem mais leve que os demais, as pontas de prova são mais finas tanto nos cabos quanto nas pontas mesmo. Quanto ao peso não dá nem pra comparar olha só, o FLIR que tenho aqui pesa 5x mais, mas também segundo o fabricante ele suporta queda de 2 metros de altura, precisa ser robusto mesmo. Já comparando com o FLUKE o peso chega mais perto dele mas mesmo assim o material deste é muito mais resistente.

Observação, tem uma coisa que não vi nesse equipamento nem na sua embalagem, a indicação de categoria de segurança, que é basicamente onde nós podemos conectar esse equipamento, vai da categoria I que é por exemplo medir uma tomada, até a categoria IV, que é por exemplo medir uma rede de distribuição. Mas se você não sabe sobre as categorias de multímetro, não se preocupe que no final deixo um vídeo que fiz a respeito desse assunto.

2º TESTE – FUNCIONALIDADES

Bom dá pra ver também que ele possui muitas escalas né, isso infelizmente acaba confundindo muito uma pessoa iniciante, aqui por exemplo é pra medir tensão alternada até 220V, já aqui é para tensão alternada entre 200V até 750V. Do outro lado temos a tensão contínua de 200mV até 1000V. Se a gente pegar esse modelo da fluke aqui, faz basicamente quase tudo que esse aqui faz só que com menos escalas, quero medir tensão alternada, coloco aqui, quero medir contínua aperto aqui e pronto, muito mais simples.

3º TESTE – MEDIÇÕES PRÁTICAS

Hora então de comparar as medições do mais barato com o FLUKE e o FLIR que tenho aqui no estúdio! Primeiro teste de tensão alternada:

No FLUKE a medição encontrada em uma tomada é: 126V oscilando normalmente.
Já no FLIR a tensão na mesma tomada é: 127.3V também oscilando um pouco e dando uma diferença aceitável do modelo da Fluke. Agora, no multimetro mais barato encontramos aí 125.5V oscilando um pouco também, o que nos mostra que aqui ele tá bem próximo aos modelos profissionais.

Agora vamos testá-los na escala de corrente contínua, pra isso vou usar uma pilha nova de 1,5V, e temos o seguinte: No FLIR a medição encontrada em uma pilha é 1.61V, normal essa variação também tá pessoal. Já no multímetro da FLUKE a tensão na mesma pilha é 1,6V, bem próximo também. Já no multímetro mais barato encontramos também 1.6V, o que mais uma vez nos mostra que ele não mostra um valor diferente, afinal também ele é novinho, então não tende a estar descalibrado!

Bom, agora vamos fazer um teste de corrente, só que assim é polêmico testar a corrente no multímetro, porque tem um limite de 10A afinal a corrente do neutro passa toda dentro do equipamento, inclusive eu mesmo não recomendo de forma alguma usar multímetro para descobrir a corrente, para isso existe o amperímetro.

Aqui colocamos uma misteira de 750W ligada e o FLUKE pegou uma corrente de 5,38A
Já no FLIR fizemos a mesma ligação, interrompendo o neutro e corrente encontrada no mesmo circuito é: 5,5A, uma pequena variação em relação ao FLUKE.

Agora no multimetro mais barato pessoal não foi possível medir a corrente, porque ele não é capaz de fazer isso na tensão alternada, ele só mede a corrente na tensão contínua, até tentamos medir aqui mas ele não acusou nada, mudamos a escala e não deu nada, então ele não nos atendeu nesse teste infelizmente.

Ambos equipamentos cumprem as medições que eles prometem. Porém logicamente se você quer ser um profissional da área elétrica o recomendável é investir um pouco mais em equipamentos de medição. Por exemplo, você está disputando uma obra com outro eletricista e o cliente em jogo é um um engenheiro eletricista. Se você chega com um multímetro melhor, de uma marca mais conceituada, é um ponto favorável para ele te contratar, afinal quem é do ramo conhece quando a ferramenta é boa e quando não é. Infelizmente o mercado é assim gente, as aparências contam e muito nesses casos.

🔌 Posso LIGAR INVERSOR SOLAR bifásico (2 fases) em uma rede trifásica (3 fases)?

👉 Saiba mais sobre o Curso “Energia Solar Lucrativa”: https://ift.tt/2vhDwDS
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

A tecnologia de energia solar vem se tornando um excelente investimento para residências, empresas e produtores rurais. Economia e sustentabilidade são os principais benefícios de usar esse tipo de energia. Já demos algumas dicas para economizar energia. Listamos os principais motivos para instalar painéis solares em sua casa ou trabalho.

Diminuição nas contas de luz

O sistema fotovoltaico pode distribuir o excedente de energia gerada para a vizinhança, e o proprietário ganha um crédito nas contas de luz que vale por até 60 meses. Em geral, pode-se gerar uma economia de 95% nas contas de luz. O investimento tem um médio prazo de retorno (4 a 7 anos), porém a economia é de cerca de 25 anos, dependendo da vida útil dos equipamentos.

Proteção contra variação da tarifa de energia

Nos últimos anos, devido ao período de seca em partes do Brasil, a população se deparou com aumentos na tarifa de energia elétrica. Com um sistema de geração instalado na residência ou comércio, o consumidor se protege contra essas variações pois a geração de energia gera mais créditos.

Valorização do imóvel residencial e comercial

Ter um sistema fotovoltaico valoriza o imóvel imediatamente após a instalação. O valor é geralmente superior ao custo total do sistema. Em ambientes comerciais, há a oportunidade de realizar o marketing verde, o que atrai clientes que apoiam essa mesma causa. Isso se dá uma vez que é uma fonte sustentável de energia.

Não gera poluição atmosférica e sonora

O funcionamento dos painéis fotovoltaicos não lançam gases nocivos que agravam o efeito estufa, como o dióxido de carbono. Além disso, é totalmente silencioso, sendo uma perfeita solução para locais urbanos e residenciais.

Longo período de garantia e performance

Os sistemas fotovoltaicos possuem em média 20 anos de garantia. Após 25 anos os fabricantes garantem 80% de performance. A vida útil dos painéis é bem mais longa, podendo atingir 40 anos a um custo muito baixo de manutenção.

Diminuição dos custos dos equipamentos

A principal desvantagem que muitos apontam em um sistema fotovoltaico é o elevado custo de instalação. Porém, nos últimos anos, os preços dos painéis de energia solar diminuíram drasticamente. Também o governo tem promovido isenções de impostos sobre a energia injetada na rede, como o ICMS, PIS E COFINS. Isso torna o investimento mais viável e atrativo.

Facilidade de instalação

Os painéis solares são de fácil instalação e não demandam alterações no imóvel. Podem ser instalados no telhado ou no solo, conforme disponibilidade de espaço. A fiação existente é usada para distribuir a energia gerada. Como os sistemas são modulares, é possível instalar mais painéis caso a necessidade do local aumente.

🚘 Você PREFERE um FIAT UNO ou uma ferramenta DESSA?

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Depois do vídeo da caneta mágica choveu de gente marcando a nossa página em várias outras ferramentas interessantes. Uma delas foi o alicate 4 em 1 da Jokari que mostramos recentemente aqui no canal.

E dessa vez não foi diferente, marcaram a gente em um vídeo que mostrava uma máquina automática de crimpar cabos, então a gente resolveu investigar mais a fundo e descobrir como ela se chama, quem é que fabrica, como ela funciona, no que ela se aplica e principalmente quanto ela custa né rsrsrs? Que é o que todo mundo pergunta, o preço rsrs

A máquina que tô falando é a CRIMPHANDY fabricada pela Phoenix Contact. De boa olhando ela de primeira eu jurava que poderia ser uma lanterna ou um barbeador, nunca eu imaginaria que era um alicate a bateria.

O kit é composto de uma case para guardar o produto e seus acessórios. Vem a máquina um carregador de bateria, a bateria dela lógico e algumas fitas de terminais tubulares.

O seu uso é bem fácil basta colocar a bateria para carregar, depois de carregada basta inserir na máquina, ao ligar vai piscar uma luz verde e posteriormente outra laranja, isso significa que a maquina está sem terminal. Para repor os terminais é só tirar a tampa azul e levantar a parte preta no corpo, enfiar a fita de terminais para dentro dela e no final encaixar na ponta onde será feita a crimpagem.

Já para fazer a crimpagem e bem simples porém precisa acertar a ponta do fio com um alicate de corte. Depois de tudo pronto basta inserir o cabo no orifício da máquina e ela faz tudo, decapa e presa o terminal, e isso em tempo recorde, apenas 2 segundos, muito legal né?

Bom eu vi uma limitação nela, só serve para crimpar cabos de 1,5mm². Poderia ter outros moldes pra gente trocar e tipo crimpar outras secções de cabos né, mas não encontrei essa informação no site do fabricante e também não vi se eles fabricam ela para outras secções de cabos. Por isso você precisa compartilhar esse vídeo aí com seus amigos através do whatsapp, vai que ele chega na galera da phoenix contact do Brasil, quem sabe eles mandam alguns equipamentos desses pra gente testar aqui na Engehall também.

A máquina de crimpagem a bateria, conforme nossas pesquisas ela é equipada com um sensor indutivo que controla o valor real da bitola do fio. Se a bitola ultrapassar ou for inferior aos limites definidos, a ferramenta de crimpagem não é acionada. Os leds sinalizam um fio cuja bitola foi reconhecida como inadequada. Então não adianta colocar um cabo de 2,5mm ali pra dar um aperto melhor nao que ela nao funciona. Isso até força a gente a comprar as marcas boas de cabo kkkk cabo desbitolado ali não tem vez.

Essa aprendi com MEU PAI!

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

✋🏻 Para os NÃO INSCRITOS 🔴 “NÃO CLIQUE NO LINK” 🚫: https://ift.tt/2pb2BgS
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

📝 Chega de BATE BOCA: Afinal, quem PODE ASSINAR projetos FOTOVOLTAICOS?

👉 Saiba mais sobre o Curso “Energia Solar Lucrativa”: https://ift.tt/2vhDwDS
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Antes de falar quem pode assinar um projeto de energia solar é importante saber que a
implementação de um sistema de energia solar é dividida em duas responsabilidades. Existe o
responsável pelo projeto e o responsável pela instalação ou esse profissional pode ficar
responsável pelos projetos e pela instalação.

Até pouco tempo atrás as atribuições dos técnicos de nível superior eram regidas pelo
CREA/CONFEA. Porém recentemente aconteceu a criação de uma nova entidade de classe, o
chamado CFT – Conselho Federal dos Técnicos Industriais.

Antes dessa divisão algumas concessionárias de energia não aceitavam que um técnico ficasse como responsável técnico de um sistema fotovoltaico, foi aí que o CFT publicou a resolução Nº74, que traz o artigo 3 e o artigo 5 que acabam com essa questão.

Nesse artigo, ele menciona claramente que os técnicos Industriais
com habilitação em eletrotécnica podem projetar e executar projetos de energia solar limitado
a uma potência de 800 kVA.

Já os engenheiros eletricistas segundo o art 8 da resolução 218 do CREA/ CONFEA, esses
profissionais possuem a atribuição de projetar e executar projetos fotovoltaicos, e nesse caso
não há limite de potência.

Os profissionais que estão habilitados a projetar e executar um sistema de energia solar fotovoltaica são os Engenheiros Eletricistas e os Eletrotécnicos. Agora quero voltar a questão do projeto e da execução. Lembram que eu falei que na implementação de um sistema fotovoltaico existe o responsável pela instalação e pelo projeto?

Para ficar como responsável técnico o profissional precisa emitir um documento que será enviado a concessionária de energia junto com a documentação para liberação do projeto. Esse documento se chama ART (anotação de responsabilidade técnica) no caso dos Engenheiros Eletricistas e TRT (Termos de responsabilidade técnica) no caso dos Eletrotécnicos.

Nesse documento consta a atividade técnica que o profissional está sendo contratado para
executar. E é nesse documento que ele vai colocar a potência do sistema que ele está
assumindo a responsabilidade técnica e nesse documento ele irá informar se ele está
responsável pelo projeto, pela instalação ou responsável pelos dois.

Lembrando que quando estamos falando de assinar projetos, o profissional que assinar o
projeto, ou seja, aquele que emite a ART ou a TRT é o responsável legal pelo projeto, pela
execução ou pelos dois, aí depende do que ele inseriu na sua ART, por exemplo. Por isso, no
caso de algum incidente com aquela obra, quem irá se responsabilizar por ela, não é o
instalador, mas sim o profissional que emitiu a ART para aquela obra.

Por isso assinar um projeto é muito mais que emitir um documento, assinar um projeto significa que o profissional que emitiu aquela ART está se responsabilizando legalmente por aquela
instalação. Por isso é muito importante aprender e saber realmente como projetar e instalar
um sistema fotovoltaico se você quer trabalhar na área. Pois assim você garante que aquela
instalação que você está fazendo ou que você está ficando como responsável técnico no caso
dos engenheiros está segura.

🎯 O cara que INVENTOU essa FERRAMENTA tá NADANDO na GRANA

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

✋🏻 Para os NÃO INSCRITOS 🔴 “NÃO CLIQUE NO LINK” 🚫: https://ift.tt/2pb2BgS
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Bom o alicate que nós vimos um vídeo na internet é da marca Jokari, modelo chamado Quadro Plus, ele corta o cabo, decapa a ponta, torce o cabo e por fim ainda crimpa de forma automática, tem até um cartucho que armazena terminal tubular já, olhem isso, na moral o cara que inventou esse alicate deve tá nadando na grana.

Ele vem em uma maletinha já com alguns terminais tubulares e outros acessórios. Aceita terminais de 0,5 a 2,5mm² ao meu ver ele deve dar agilidade danada na montagem de quadros cara. Os terminais são encaixados no suporte como se fosse um pente de balas, depois é só encaixar o suporte no alicate e tá pronto pro trabalho rsrs interessante demais.

Nele vem escrito os números dos passos de trabalho. Onde está o número 1 é o corte, depois encaixa o cabo na indicação 2 para decapar a ponta, notem que ele não solta a capa isolante da ponta. Em seguida encaixa no número 3 onde ele fará a torção dos filamentos do cabo para entrar melhor no terminal, ele roda a isolação torcendo o condutor e evitando que façamos isso com a mão o que não é recomendado por passarmos sujeira e gordura para o cobre. E o último passo é encaixar a ponta decapada e torcida já no indicador 4 onde está o terminal tubular, o alicate por si só já faz a compressão do terminal, pronto temos um cabo cortado, decapado, torcido e crimpado!

💉 CANETA MÁGICA capaz de MUDAR a COR dos FIOS elétricos?

👉 Conheça o instagram da Engehall: https://ift.tt/2YychSd
——

👉 Site do fabricante: https://ift.tt/2z8JNUA
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

✋🏻 Para os NÃO INSCRITOS 🔴 “NÃO CLIQUE NO LINK” 🚫: https://ift.tt/2pb2BgS
——

Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Galera muita gente já nos segue no INSTAGRAM e FACEBOOK, afinal a gente posta muitas dicas nessas páginas também. Alguns dias atrás um aluno marcou a engehall em uma página, onde mostrava a utilização dessa caneta mágica capaz de mudar a cor dos fios, e assim, ficamos muito curiosos pra saber mais sobre ela e vim mostrar aqui no canal.

Bom atualmente para marcarmos uma sequência de cabos de fase todos pretos por exemplo a gente usa as famosas fitas isolantes coloridas ou anilhas certo? Isso leva um pequeno tempo mas resolve também. Só que como a gente gosta sempre de usar o melhor nas nossas obras, olhem só essa caneta.

Ela se chama “U PHASE” e foi criada e patenteada pela empresa americana U -MARK que é uma especialista em soluções para marcadores a tinta. O grande segredo pessoal está na ponta da Caneta, afinal ela quem permite de uma maneira rapida e facil a aplicação cores diferentes a qualquer tipo de fio, seja ele fio elétrico, fio de áudio, vídeo, cabos lan e até mesmo cabos automotivos.

Basta sacudir a caneta a caneta para espalhar a tinta e depois pressioná-la contra uma mesa por exemplo para bombear o líquido para sua ponta, quem já usou pincel que troca o refil sabe bem como fazer isso.

Esse marcador é capaz de marcar cabos de até 6 awg, na nossa medida isso seria 13mm², como não temos cabo de 13, então atenderia pra gente até cabo 10mm², mas pessoalmente acredito que apertando um pouquinho ela pega um cabo 16 sim.

O mais legal pessoal é que a tinta seca rapidamente em aproximadamente 40 segundos e fica altamente visível, resistindo até ao manuseio como entortar o cabo, também ao calor e principalmente à luz Ultravioleta causada pelos raios solares, resumo pode ficar no tempo.

No caso de um quadro com todos os cabos de uma mesma cor fica muito fácil identificar, olhem a rapidez dessa caneta, pensa só no tanto de quadro bagunçado que a gente já consegue arrumar somente usando esse marcador. O produto está disponível em 11 cores diferentes, e é produzido nos Estados Unidos.

☝️ Posso instalar energia solar em um terreno vazio, ou só no telhado?

👉 Saiba mais sobre o Curso “Energia Solar Lucrativa”: https://ift.tt/2vhDwDS
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

✋🏻 Para os NÃO INSCRITOS 🔴 “NÃO CLIQUE NO LINK” 🚫: https://ift.tt/2pb2BgS
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Primeiramente para que seu cliente possa instalar um sistema de energia solar fotovoltaica em um
terreno vazio, o terreno precisa estar cadastrado como unidade consumidora, ou seja, tem que ter um padrão de energia ligado lá.

Mas pode ser qualquer padrão?

Não, Não pode ser qualquer padrão, ele deve instalar no minimo um padrão com capacidade de
carga igual ou superior a potência do seu sistema fotovoltaico, por exemplo, se seu inversor injetar
na rede 100A, logicamente um padrão de 60A, não atende, precisa ser no mínimo um de 100A.

Então mas voltando na ideia de instalar no terreno. O primeiro passo, é que o consumidor, no caso
seu cliente, solicite a conexão do terreno junto à distribuidora de energia. Com o padrão conectado, o terreno está pronto para receber o sistema fotovoltaico.

Você instala o sistema e pede a troca do medidor dele. Como o terreno está vazio, não teremos consumo naquele local, então neste caso seu cliente entrará no sistema de compensação de energia, na modalidade de autoconsumo remoto, ou seja, ele irá gerar energia no terreno vazio e pode compensar essa energia em outro local, como no seu apartamento por exemplo. Mas para que isso seja possível as duas faturas de energia devem estar no mesmo nome.

Galera, esta é uma baita solução para quem mora em um apartamento e não tem disponibilidade de
telhado, podendo também ser aplicada em outras situações. Por exemplo, para quem tem uma casa e o telhado é limitado, uma loja ou um comercio que não tem telhado, e por ai vai…existem diversos casos que essa solução cai como uma luva para seu cliente e cabe a você resolver o problema dele.