😱 O dia que TOMEI UM PREJUÍZO na OBRA por FALTA deste EQUIPAMENTO

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——
A utilização do luxímetro:
Dispositivo de medição responsável por calcular a densidade de luminosidade e a quantidade de lúmens de determinado local, o luxímetro é muito utilizado em laboratórios já que em alguns ambientes precisam saber a medição exata de restrições de iluminação, temperaturas ou outros fatores

O luxímetro procede nessa lógica, indicando o fluxo luminoso incidente de modo abreviado, compõe-se de um dispositivo com fotocélula, escala apropriada e indicador de leitura. A luz que atinge ao luxímetro, deve fazê-lo perpendicular, de maneira que chegue a fotocélula. Nessa lógica, o aparelho indica o fluxo luminoso incidente de modo abreviado, compondo desde a medição de fotocélula, escala apropriada e indicador de leitura.

Por outro lado, esse aparelho também é muito usado em outras circunstâncias, como escolas, hospitais, maternidades e até mesmo ambiente residencial. Nesses lugares a iluminação executa um papel fundamental de ambientação, onde arquitetos e engenheiros se preocupam com a iluminância do ambiente.

⚡️3 FORMAS SIMPLES e DIFERENTES de COMO Testar CAPACITOR 😲

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Capacitores são elementos reativos que reagem à passagem de corrente através do acúmulo de cargas elétricas, ou seja, o capacitor é capaz de armazenar energia eletroestática. Os capacitores mais comuns são construídos por duas placas condutivas (metálicas), separadas por um material dielétrico (material isolante).

O princípio de funcionamento de um capacitor acontece quando uma tensão elétrica é aplicada entre suas placas condutoras, conhecidas como “armaduras”. Um lado da armadura condutora armazena cargas positivas, o outro lado armazena cargas negativas. As cargas são acumuladas de igual modo, balanceado, tanto cargas negativas quanto as positivas possuem o mesmo valor em módulo.

O material dielétrico utilizado para isolar as placas geralmente da o nome ao capacitor (cerâmica, poliéster, mica e etc.). Podemos dizer que a principal função de um capacitor é acumular cargas elétricas em um circuito para posteriormente descarregar estas mesmas cargas.

O período de carga de um capacitor é denominado de regime transitório, após o mesmo estar plenamente carregado, ou seja, estável ele passa para um regime denominado permanente.

⚠️ 05 ERROS COMUNS que os ELETRICISTAS COMETEM ao INSTALAR MOTOR de PORTÃO

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Antes de instalar o portão leia todas as instruções dos fabricantes. Isso lhe dará uma boa visão geral do processo; assim, você poderá prever quais passos vêm a seguir e de quais peças precisará. Lembre-se de que, embora este artigo o dê um bom panorama do processo de instalação, podem haver passos importantes que sejam específicos ao modelo do portão. Sempre dê mais importância às instruções específicas do que as deste texto.

Faça uma lista das peças. O portão da garagem deve vir com todas as peças necessárias. Veja se todas elas estão listadas e tente entender onde cada item deve ser instalado. É uma boa ideia organizá-las em pilhas; assim, você poderá ver exatamente o que tem (e se falta algo).

Embora haja certa variação dependendo do fabricante, um portão de garagem deve vir com painéis, dobradiças que conectam as diferentes seções, roletes que permitam que o objeto seja movimentado para cima e para baixo, um trilho para os roletes, braçadeiras que conectem o trilho à moldura da garagem e uma mola de tensão que ajuda a compensar o peso do portão.
Se alguma dessas peças faltar, não comece a instalação.

Continuar o processo sem todos os itens necessários pode gerar problemas, danos ao objeto ou até ferimentos às pessoas em decorrência de um projeto mal executado.

Reúna todas as ferramentas e os materiais adicionais que serão necessários para a instalação. Isso inclui um martelo, pregos, uma furadeira com uma chave de fenda e parafusos. Você também precisará de uma escada para alcançar as peças mais altas. Na verdade, não é uma má ideia ter duas escadas à disposição; assim, você e o assistente poderão usar uma de cada vez.
Tenha todas as ferramentas e peças do portão ao alcance da mão para facilitar a instalação.

ELÉTRICA e FERRAMENTAS – Duas PAIXÕES de todo ELETRICISTA – Part: Loja do Mecânico

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

🔩 Porque montamos um QUADRO sem DISPOSITIVO DR, apenas com DPS?

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

O DR detecta fugas de corrente, quando ocorre vazamento de energia dos condutores desarmando o disjuntor onde está ocorrendo o problema, evitando que uma pessoa possa levar um choque.

O dispositivo Diferencial Residual) protege as pessoas e os animais contra os efeitos do choque elétrico por contato direto ou indireto (causado por fuga de corrente). Ao detectar uma fuga de corrente na instalação, o Dispositivo DR desliga o circuito imediatamente.

– Contato direto
A pessoa toca um condutor eletricamente carregado que está funcionando normalmente.

– Contato indireto
A pessoa toca algo que normalmente não conduz eletricidade, mas que se transformou em um condutor acidentalmente (por exemplo, devido a uma falha no isolamento).

O dispositivo DR é um interruptor automático que desliga correntes elétricas de pequena intensidade (da ordem de centésimos de ampère), que um disjuntor comum não consegue detectar, mas que podem ser fatais se percorrerem o corpo humano.

Dessa forma, um completo e eficaz sistema de aterramento deve conter o fio terra e o dispositivo DR.

Quando o uso do DR é obrigatório?

De acordo com o item 5.1.3.2.2 da norma NBR 5410, o dispositivo DR é obrigatório desde 1997 nos seguintes casos:

1. Em circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em locais que contenham chuveiro ou banheira.

2. Em circuitos que alimentam tomadas situadas em áreas externas à edificação.

3. Em circuitos que alimentam tomadas situadas em áreas internas que possam vir a alimentar equipamentos na área externa.

4. Em circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em cozinhas, copas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e demais dependências internas normalmente molhadas ou sujeitas a lavagens.

🛠️ Como INSTALAR VENTILADOR de teto sem PASSAR nenhum CABO

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Nos dias de calor, um ventilador de teto pode ajudar (e muito!) a lidar com as altas temperaturas. Prático e econômico, é um aparelho que promete circular o ar de modo que o ambiente fique mais fresco.

Mas engana-se quem pensa que ventilar é a única vantagem desse equipamento. Com algumas dicas e técnicas, é possível potencializar ainda mais o trabalho do ventilador, além de driblar outros desconfortos também.

1) Ponto final nos ambientes abafados
Se há algo pior do que o ar quente do verão, com certeza é quando esse ar não ventila. Os cômodos acabam ficando abafados e, às vezes, dá até falta de ar permanecer neles. Pois saiba que os ventiladores podem ser muito úteis para os dias em que o clima está fresco lá fora, mas quente dentro de casa.

Geralmente, nessas situações, o ar quente se encontra em cima, próximo ao teto. Assim, experimente abrir todas as portas e janelas e ligar o ventilador no modo exaustor — que gira no sentido anti-horário — por uns 30 minutos. A tendência é que o aparelho desloque o ar quente (que está em cima) para as saídas do cômodo. Dessa maneira, o ar frio entra próximo ao chão e sobe em seguida, deixando o ambiente muito mais fresco.

2) É um grande aliado do ar-condicionado
Para quem não abre mão do aparelho de ar condicionado, mas não está contente com os reflexos disso na conta de energia, temos boas notícias. O ventilador de teto pode ser um grande aliado na missão de refrescar os ambientes com mais economia.

Nas noites de calor, experimente ligar o ar-condicionado ao anoitecer e, depois de refrescar o ambiente, desligue e deixe o ventilador ligado para espalhar o ar gelado. Mas atenção: não se esqueça de, ainda assim, manter as saídas — como portas e janelas — fechadas.

Outra vantagem de aliar o ar-condicionado com o ventilador (e que também gera economia) é bastante interessante para quem não abre mão da potência do primeiro. Em vez de passar o dia todo com o ar-condicionado ligado a 16ºC, experimente ligar o aparelho por volta dos 23ºC e acionar o ventilador, para ajudar na temperatura e na circulação do ar refrigerado. Assim, você economiza energia já que é significativa a diferença de consumo do aparelho em cada uma dessas temperaturas.

3) Ajuda a combater os insetos
Uma das maiores reclamações no verão é sobre o incômodo que os insetos trazem. Geralmente, com as altas temperaturas, costumamos deixar as janelas abertas e, com a iluminação, os insetos costumam invadir os cômodos. Nesse sentido, o ventilador de teto é bastante útil — tanto dentro de casa quanto fora! É muito comum que o aparelho seja utilizado também nas varandas e áreas de lazer, que costumam ser abertas, dificultando a tarefa de refrigeração e facilitando a entrada dos bichos. Assim, instalar um ventilador nas áreas abertas ajudará a circular o ar e a manter os insetos longe.

😵 Se VESTIR esse CINTO do JEITO ERRADO, pode até “ESMAGAR os OVOS”

👉 Link do cinto: https://ift.tt/3fDuUtx
👉 Link do talabarte: https://ift.tt/393zw9R
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Lidar com eletricidade é uma atividade que envolve altos riscos, principalmente quando o as tarefas incluem contato com redes de alta tensão. O cinto de segurança para eletricista é um equipamento obrigatório para trabalhadores que precisem operar a mais de dois metros do chão, tendo por finalidade evitar quedas e estabilizar o eletricista, deixando livres as suas mãos para realizar a tarefa.

O cinco de segurança paraquedista distribui o peso do eletricista, de modo a evitar sua queda.
O cinto com talabarte, por sua vez, é um dispositivo que faz a ligação entre o cinto tipo paraquedista e um determinado ponto de ancoragem.
O cinto tipo talabarte pode ser de proteção contra quedas ou de posicionamento. O talabarte contra quedas permite que ao eletricista se locomover entre um e outro ponto de ancoragem, além de liberar as mãos do colaborador para que ele possa realizar as tarefas. Em caso de queda, o mecanismo induz a desaceleração do corpo. O cinto de talabarte de posicionamento funciona de forma diferente, posicionando o profissional em um ponto, mantendo-o fixo ao longo da execução da tarefa.

Alguns cuidados importantes devem ser tomados com o equipamento, que precisa ser guardado em locais limpos, secos e onde não bata sol.
O cinto de segurança tipo paraquedista não pode ser exposto a materiais corrosivos, como ácidos e hidrocarbonetos. O equipamento deve ficar fora de contato com objetos cortantes, pois pode ser danificado.

Essa PEÇA GENIAL resolve um PROBLEMA que INCOMODA os ELETRICISTAS!

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Desde o dia 1º de julho de 2011, a NBR 14136 (baseada na norma internacional IEC 60906-1) é o padrão oficial de tomadas no Brasil. A venda de outros tipos de tomada é proibida pelo Inmetro desde esta data. O padrão foi escolhido por ser mais seguro e por contar com o condutor terra.[3] Há o modelo apropriado para aparelhos que necessitem de corrente até 10A e até 20A, funcionando no segundo modelo, ambos os tipos de aparelhos.[4] Os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos produzidos atualmente e certificados pelos Inmetro devem sair de fábrica com o novo modelo de tomadas.

O novo padrão foi desenvolvido por um grupo coordenado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas e integrado por fabricantes de aparelhos elétricos e de plugues e tomadas.

O padrão não segue a norma IEC 60906-1 completamente, já que esta prega o uso da tomada com dois ou três pinos redondos e formato sextavado similar ao adotado no Brasil, porém apenas para redes de 220 ou 230 volts; nas redes de 110 ou 120 volts, a indicação utilizar a tomada de pinos chatos, como os empregados nos Estados Unidos e no Japão, para assim evitar o uso de aparelhos em tomadas com a tensão incorreta. Outra diferença é que o padrão internacional indica pinos de 4,5 mm de diâmetro e corrente máxima de 16 amperes, enquanto o padrão brasileiro especifica dois diâmetros de pinos: 4 mm para aparelhos com corrente de até 10 amperes e 4,8 mm para aqueles que consomem entre 10 e 20 amperes.

Observe-se que o novo padrão inverte a polaridade das tomadas tripolares anteriores, de dois pinos chatos e um redondo, que era Neutro-Fase-Terra, a partir da direita, o terra sendo o pino redondo, visto abaixo dos pinos chatos. Mantida a perspectiva do pino central para baixo, que segue sendo o Terra, Fase e Neutro trocaram de posições relativas, e são todos redondos. Isso gera problemas com adaptadores e tomadas polarizadas do padrão americano (aquelas onde um dos pinos chatos é mais largo que o outro), pois há inversão entre Fase e Neutro.

🔥 Queimei a PARAFUSADEIRA do ANDRÉ, mas BRASILEIRO sempre DÁ UM JEITO!

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Furadeira e parafusadeira, apesar de possuírem características e funções parecidas, possuem especialidades técnicas e utilizações bem diferentes. Não é à toa que são dois equipamentos distintos, mas muito requisitados nos canteiros de obras, no serviços de marcenaria, para pequenas reformas e serviços domésticos.

Furadeira ou parafusadeira?
Essenciais para a instalação de dispositivos da rede hidráulica e elétrica à móveis e objetos decorativos em uma construção, a furadeira, como o próprio nome indica, serve para perfurar superfícies. Está disponível em diversos modelos, desde o mais comum à ferramentas de alto impacto, e podem ser de bancada, coluna e pneumática.

Simples ou de impacto, o que muda em cada modelo de furadeira são algumas caracteristas como potência, velocidade, tamanho e tipo do mandril, que assim como as brocas ponteira própria para a perfuração disponíveis em formatos e espessuras diferentes estarão relacionadas com as particularidades e resistência de cada material a ser perfurado, como paredes de concreto, madeiras, azulejos, porcelanatos e metais, entre outros.

Quanto mais resistente for a superfície, maior a exigência de força da ferramenta, e portanto, necessário um equipamento com maior potência e velocidades variáveis.

Já a parafusadeira é utilizada para fixar, apertar ou desenroscar parafusos e rebites. Ela possibilita maior firmeza e fixação ao parafuso, o que não é possível conseguir utilizando uma chave de fenda. Está disponível em diversos modelos, com formas diferentes, podendo ser simples ou de impacto, elétrica à bateria ou cabo, e pneumática. É muito utilizada para a montagem de móveis, fixação de objetos, placas de gesso, etc.

Algumas parafusadeiras podem ser utilizadas também como furadeira (e vice-versa), basta trocar a ponteira. Em geral, parafusadeiras de impacto possuem mais força que furadeiras comuns, no entanto, a parafusadeira comum é um equipamentos mais leve e possui menor força e pressão se comparada a uma furadeira simples ou de impacto, e ao ser utilizada em superfícies muito resistentes, pode sofrer danos

A parafusadeira de impacto funciona como uma chave inglesa, enquanto as furadeiras de alto impacto possuem a função de martelete, que serve para perfurar superfícies mais duras e que oferecem maior resistência. Há ainda no mercado modelos que possuem a função dupla, de furadeira e parafusadeira.

Ao escolher uma furadeira ou parafusadeira deve-se levar em consideração o tempo de uso, os tipos de materiais a serem perfurados/parafusados e se é destinado ao uso profissional ou amador e doméstico, pois existem no mercado diversos modelos, indicados para serviços leves ou pesados, que possuem características específicas que serão determinantes para o bom uso e desempenho do equipamento. E lembre-se, use os equipamentos de proteção individual adequados, como luvas, óculos de proteção e protetores de ouvidos, toda vez que utilizar uma furadeira ou parafusadeira!

🔌 Fizemos o “ATERRAMENTO PERFEITO” na casa da ROÇA!

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

🔴 Entre em nosso TELEGRAM e seja notificado sempre que sair novos vídeos:
https://ift.tt/2SOVwyy
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso Energia Solar Lucrativa:
https://ift.tt/2zHSPIT
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

O aterramento elétrico ou “Aterramento” começou originalmente como uma medida de segurança usada para ajudar a impedir que pessoas entrem acidentalmente em contato com a eletricidade causando desde pequenos acidentes á danos irreparáveis no corpo, e num caso mais extremo a morte. Embora o aterramento elétrico possa ter sido originalmente considerado apenas como uma medida de segurança, o aterramento elétrico tornou-se uma parte essencial da eletricidade diária.

Devido à grande quantidade de aparelhos eletroeletrônicos como computadores, televisões, fornos de microondas, lâmpadas fluorescentes e muitos outros dispositivos elétricos gerarem muitos “ruído elétrico” que pode danificar o próprio equipamento e fazer com que ele funcione com menos eficiência.

O aterramento adequado pode não apenas remover esse “ruído” indesejado, mas pode até mesmo fazer com que os dispositivos de proteção contra surtos funcionem melhor.

Antes de iniciar o procedimento, você deve estar atento as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e nas Normas Brasileiras Regulamentadores (NBR).

Dentre várias normas, atente-se as especificações da NBR 5410 – Instalações Elétricas em Baixa Tensão. Na seguinte subseção, 6.3.3.1, você pode encontrar os possíveis sistemas de aterramentos que podem ser feitos. Qual aterramento a ser utilizado, depende do tipo de serviço.

Ao instalar um aterramento a um aparelho específico, geralmente o próprio fabricante já especifica qual tipo de sistema de aterramento utilizar.

Quando não for especificado, opte por utilizar o sistema TT sempre que possível. Caso não seja tente o sistema TN-S e, em último caso, o sistema TNC.

Alguns cálculos, como o de dimensionamento de um aterramento, muitas vezes são considerados um assunto para ser resolvidos por um engenheiros eletricista. Fatores como quantidade de hastes, valor da resistividade do solo influenciam o valor da resistência na hora do aterramento elétrico.

Aqui vão algumas dicas, mas caso ainda haja dúvidas, procure um engenheiro da área para estar solucionando e, quando necessário, estar fazendo um projeto para você apenas executar. Neste projeto o engenheiro lhe dará onde instalar as hastes, a distância, a quantidade e a lista de material.