Posts

O que é o curso de NR20?

Se você quer saber o que é curso NR20 chegou ao lugar certo. Confira aqui tudo o que você precisa conhecer sobre uma norma extremamente importante para o mercado de trabalho. 

Praticamente qualquer pessoa que precisa de uma mobilidade diferenciada hoje em dia tem um carro. Afinal de contas os veículos automotores se tornaram parte do nosso dia a dia.

Mas o que poucos sabem é a real função que eles exercem dentro de um motor. Seu carro, se não for um modelo elétrico, só se move se for através da explosão deste material.

Basicamente seu motor irá transformar seu combustível em algo gasoso junto de oxigênio, e através da pressão dos pistões isto provoca uma explosão. O resultado final será o pistão ser empurrado para baixo.

Toda esta alternância gera o movimento do motor, que será o principal sistema de funcionamento de um veículo.

Isto fatidicamente nos mostra como este tipo de substância possui um tipo de característica inflamável, até mesmo explosivo. O que de fato traz algum risco se ela for manipulada de maneira inadequada.

Então, um dos maiores desafios não está com a pessoa que dirige, porém com todos os envolvidos em qualquer etapa de produção ou distribuição. Desde a pessoa que inicia a extração do petróleo até mesmo as pessoas que vendem o combustível no posto.

Para evitar que problemas sérios e acidentes terríveis aconteçam é importante notar que os órgãos reguladores prepararam a NR20. Um conjunto de regras que possibilita a pessoa a fazer seus serviços de maneira segura e tranquila.

Hoje gostaria de passar sobre os principais aspectos da norma, principalmente te ajudando a entender o que é curso de NR20 e o melhor disponível por aí. Vamos conferir?

O que é NR20?

NR20, também conhecida como Norma Reguladora 20, é um dispositivo legal que ajuda na segurança, bem estar e também na saúde de profissionais que trabalham com inflamáveis e líquidos combustíveis.

Normalmente os envolvidos são aqueles que estão nas seguintes etapas do processo:

  • Gestão;
  • Extração;
  • Produção;
  • Armazenamento
  • Transferência;
  • Manuseio;
  • Manipulação.

Basicamente qualquer pessoa que entrar em contato em uma distância suficientemente perto para ser afetado por um acidente.

Assim como aqueles que podem estar longe o suficiente, mas têm alguma característica de coordenação, como os gestores e também possíveis técnicos de segurança.

Se você tem algum papel nesta estrutura deve saber tudo sobre a norma.

Inclusive os gestores são responsáveis por levar o treinamento até os colaboradores.

É a empresa que precisa pagar pela capacitação para cada um deles, sendo que muitas vezes esta pode ser feita de maneira voluntária por alguém que não está trabalhando.

O motivo desta escolha é mostrar que você estará pronto para o trabalho e terá capacidade de se destacar entre outros currículos.

Acredite, é bem comum que pessoas de uma área que queiram recolocação façam este tipo de curso por conta própria.

Por outro lado também é importante que você tenha a capacidade de entender que um trabalhador não pode começar a atuar em uma área como esta sem estar com o curso completo. Isto pode fatidicamente gerar problemas muito maiores para a empresa.

Primeiramente a perda de um colaborador por conta de algum acidente de trabalho. Mas em segundo lugar por que você pode sofrer várias multas pesadas.

Saber o que é curso NR20 é essencial para quem deseja bons resultados.

Algumas definições básicas

Existe uma espécie de dicionário com algumas expressões técnicas que precisam ser compreendidas antes de avançar no estudo da norma. Confira as principais:

Ponto de fulgor: Este ponto é a temperatura, de menor valor, seja de um líquido ou mesmo de um sólido, onde todos os vapores misturados ao ar iniciam uma combustão. Lembrando que é necessário uma fonte de ignição, que pode ser por exemplo uma faísca, um fio desencapado, ou mesmo uma chama.

Líquidos inflamáveis: são quaisquer líquidos que vão ter um ponto de fulgor menor ou igual a 60 graus Celsius (ou 140 Fahrenheit).

Gases Inflamáveis: São quaisquer gases que inflamam junto do ar a 20 graus Celsius (ou 68 Fahrenheit) e uma pressão normalmente de 101,3 kPA.

Líquido combustíveis: São quaisquer líquidos que vão ter ponto de fulgor maior que 60 graus Celsius e menor ou igual a 94 na mesma escala.

Estas nomenclaturas são extremamente importantes e devem ser decoradas para o correto entendimento da norma.

Possíveis fontes de problema (O que é curso NR20)

São basicamente os mesmos perigos os quais os trabalhadores da área estão expostos. Mas para listar alguns deles podemos dizer:

1 – Gases tóxicos

Nós não fomos feitos para inalar de nenhum modo os vapores de nenhuma das substâncias mencionadas na NR20. É importante ter em mente que esta atitude pode trazer prejuízos sérios à saúde.

Mas assim como o cigarro, este é um efeito que se acumula ao longo dos anos. Então muito provavelmente você não sentirá diferença nas primeiras semanas, meses e até em alguns anos.

Isto acontece porque o progresso vem aos poucos e você se acostuma. Mas uma hora seu corpo irá cobrar e a irresponsabilidade no trabalho e manuseio destas substâncias é grave.

2 – Chamas

Se o combustível é inflamável, isso significa que basicamente ele pega fogo muito facilmente. E se você já se queimou sabe como isto não é nem de perto agradável.

Sendo assim um dos maiores problemas que as pessoas irão encontrar é de fato pequenos vazamentos que podem gerar queimaduras sérias.

Qualquer fonte de ignição pode ser um causador de incêndio. E mesmo que seja uma pouca quantidade em cima de você é difícil dizer que você irá escapar ileso.

Sem contar que por serem um combustível, o normal é que este não seja um fogo simples de se apagar. E métodos como o abafamento são os mais aconselháveis.

3 – Explosões

Este também é um problema duplamente desafiador. Isto porque a explosão em si, mesmo que pequena, traz um grande dano às pessoas envolvidas.

Por exemplo, se você está perto pode ir de um impacto doloroso até amputação de membros ou óbito. Alguns podem ter sua audição afetada por conta do barulho.

Há também casos em que objetos são arremessados longe com muita força, e até quem está em uma grande distância pode sofrer sérias consequências.

São 3 os tipos comuns de acidentes aqui, mas todos são igualmente sérios. Por isso a vigilância deve ser constante.

Fontes de ignições comuns

Há vários meios em que os combustíveis podem iniciar o processo de combustão. Seja o resultado final uma explosão ou chama, isso realmente não importa.

O que importa é estar atento para não deixar que este tipo de coisa possa acontecer:

Acúmulo de energia estática: Energia é algo que está constantemente mudando de forma. Um grande exemplo é quando nosso corpo a acumula em ligações que geram gordura, e que elas se tornam em ATP para voltar a ser energia para a célula.

A energia estática é uma diferença de potencial elétrico que carregamos por algum motivo. Seja por atrito ou por estarmos em ambientes energizados. Se esta carga presa no nosso corpo encontrar algo carregado com o polo oposto, uma descarga acontece.

Isto pode gerar uma centelha, que é mais do que o suficiente para uma combustão.

Faíscas por atrito: Você já viu alguém batendo uma pedra na outra para fazer faíscas e acender uma fogueira? A ideia aqui é a mesma. Riscar dois sólidos pode gerar pequenas faíscas que tem o potencial de iniciar um acidente.

Seja um alicate que caiu no chão ou algo que sofreu um impacto em um ferro. Tudo precisa estar posicionado e preso de maneira segura.

Brasas de cigarro: Muitas pessoas se acostumaram a jogar os restos do cigarro em qualquer lugar. Entretanto ainda as mais educadas podem ter pequenas brasas saindo do cigarro e chegando até uma concentração de combustível.

Por isso é sempre crucial que o ambiente esteja livre deste tipo de coisa.

Compressão adiabática: Alguns gases podem iniciar sozinhos o processo de explosão caso sejam comprimidos excessivamente. Isto acontece porque quando a pressão aumenta a temperatura do sistema tende a subir.

Assim muitas vezes o que falta para uma explosão é só uma pequena quantidade de ar.

Chamas diretas: Claro, a fonte mais comum de ignição não poderia ser outra senão o próprio fogo em si. Qualquer chama tem o potencial de gerar algum tipo de problema.

Então minha recomendação é que você esteja prevenido quanto a este tipo de origem, já que praticamente sempre é impossível de evitar um acidente.


Procedimentos que podem evitar incêndios (O que é curso NR20)

Há vários tipos de atitudes que podem impedir que o dano causado pela manipulação das substâncias seja irreversível. Muitos deles estão diretamente conectados com as atitudes do indivíduo.

Já outros vão ser responsabilidade de um coletivo, seja mais de um colaborador ou mesmo da equipe inteira. Sendo assim resolvi trazer aqui as principais atitudes de prevenção para você alcançar o melhor para sua empresa.

Atitudes Individuais

São poucos os passos que um indivíduo sozinho pode tomar. Mas todos eles são igualmente importantes:

Usar EPIs corretamente: Em praticamente qualquer profissão que exibe um risco é necessário utilizar os equipamentos de proteção individuais. Eles garantirão não só a diminuição, e até anulação, do impacto de um acidente, como também evitam vários outros.

Até mesmo alguns evitam problemas no longo prazo e mantém a saúde da pessoa envolvida. Como por exemplo a máscara respiratória com filtro para vapores. Mas é indispensável o uso de luvas, óculos de proteção e etc.

Digamos que um respingo de combustível atinja seu olho. Ainda que a quantidade seja pequena demais para causar dano, é possível que o tempo em que ele fique fechado acabe por prejudicar sua atenção, causando outro acidente.

Evitar respirar perto do produto: Muitas vezes o reflexo na hora de identificar algum produto é simplesmente inalar e entender através do cheiro. Porém às vezes uma pequena quantidade da névoa é o suficiente para deixar a pessoa inconsciente.

Não deixar que as substâncias entrem em contato com o olho e pele: Substâncias combustíveis e inflamáveis normalmente são muito prejudiciais à nossa pele e mucosas. Além da irritação o ressecamento pode ser mais grave do que parece.

Assim não vale a pena correr o risco, já que você pode fatidicamente sofrer consequências graves. Sem contar o reflexo que pode te fazer esbarrar em algo ou alguém.

Atitudes coletivas

O maior número de atitudes para evitar os acidentes cobertos pela NR20 estão diretamente dispostos na coletividade. Já que este é um trabalho onde dificilmente alguém toma atitudes sozinho.

Não deixe o produto entrar em contato com a água: Este é um risco com prejuízo duplo! Primeiramente pensamos na poluição do ambiente, o que pode ser grave, já que se esta água for ingerida por alguém os resultados serão bem preocupantes.

Mas também é necessário tomar cuidado com pequenas quantidades. A água pode entrar em reação e fazer o combustível liberar uma grande quantidade de vapor. A inalação acidental de grandes quantidades será um altíssimo risco (o que é curso NR20).

Manter os produtos sempre longe do calor: As fontes de ignição e calor são problemáticas. Então sempre tome cuidado para não deixar nenhum destes produtos diretamente expostos à uma.

Este é um esforço em equipe também, já que embora um possa errar, é obrigação do outro avisar. Todo o time trabalhando junto aumenta as chances de sucesso!

Utilizar contenções: O meio ambiente é um dos maiores ameaçados em vários tipos de acidentes com este tipo de substâncias. Então sempre que o trabalho for executado é necessário que existam contenções que evitem o escoamento destas substâncias.

Armazenar em local ideal:  É importante que os combustíveis estejam sempre em locais frescos e com baixa temperatura. Embora seja bem ventilado é importante que seja seco e longe de fontes de calor ou ignição.

Evitar fumo, comida, bebida e entorpecentes: Basicamente o que precisa ser feito deve ser feito com foco e seriedade. Obviamente o fumo será um problema por fonte de ignição, já a bebida e entorpecentes impedem atitudes impensadas e inconsequentes.

Mas a comida pode ser mais um problema pela contaminação das pessoas. Até mesmo pela circulação irregular do local.

Sempre manuseie com ventilação adequada: É importante que você tenha uma ventilação adequada para garantir que todos os envolvidos tenham a possibilidade de evitar a intoxicação. Mesmo com o uso de máscaras respiratórias com filtro pode ser difícil burlar uma grande concentração.

Documentos comuns para a NR20

Como praticamente qualquer norma, esta estará focada em trabalhar também com a burocracia necessária para se garantir que tudo está funcionando corretamente.

Existem vários documentos que precisam ser apresentados para o governo. Sendo os principais:

Projeto de instalação: A intenção deste documento é trazer uma documentação correta de toda a instalação da empresa. Assim cada coisa terá seu local de acordo com o melhor aproveitamento

Procedimentos Operacionais: Tudo o que o profissional irá fazer deve seguir um passo a passo detalhado do modo mais seguro. Aqui estarão todos eles listados.

Plano de Inspeção e Manutenção: Tudo o que está no local deve ser constantemente inspecionado e precisa receber manutenção. A ideia é evitar acidentes por algum aparelho ou máquina defeituoso.

Análise de Riscos: Principalmente a gestão do estabelecimento deve estar atenta para entender quais os principais riscos envolvidos naquela casa. Sendo assim a recomendação é que todos os encontrados sejam listados.

Plano de prevenção e controle de vazamentos, derramamentos, incêndios e explosões e identificação das fontes de emissões fugitivas: Aqui você terá as atitudes rotineiras e de respostas para algumas situações específicas.

Certificados de capacitação dos trabalhadores: Todos os colaboradores devem mostrar seus certificados de maneira rápida. Por isso a empresa deve ter ao menos uma cópia para apresentação imediata. Ou então tudo pode ser interrompido e ser passível de multa. Ainda que o funcionário esteja apto.

Análise de Acidentes: Qualquer acidente ocorrido precisa ser documentado, desde as suas causas, atitudes de resposta até mesmo resultado final.

Plano de Resposta a Emergências: Por último é importante dizer que o plano de resposta à emergências vai conter os procedimentos para resolver os piores problemas. Na pressa e desespero pode ser difícil lembrar tudo, ter uma fonte de consulta é essencial.

O que é Curso NR20?

O Curso NR20 é o único meio de um colaborador conseguir realmente seu certificado e habilidades necessárias para a norma NR20.

Este é um curso que pode ser feito tanto em modalidade presencial como à distância, entretanto sempre é necessário ter cuidado com quem entrega o seu conteúdo.

A empresa prestadora precisa inevitavelmente fazer uma série de certificações para que ela mesma se considere habilitada para o curso.

Além disso é necessário que o instrutor que esteja responsável diretamente para o curso seja licenciado para este tipo de tarefa.

E claro, didática é muito importante também. Afinal de contas o mínimo que se espera de um profissional após ele fazer um curso é que ele entenda o conteúdo. Embora uma didática ruim comprometa todo o processo.

Por isso é sempre ideal confiar em cursos com os oferecidos pela Engehall, uma empresa com mais de 15 anos no mercado e com mais de 70 mil alunos satisfeitos.

Conclusão

Não é do dia para a noite que os acidentes acontecem. Eles na verdade são resultados de vários descuidos. Claro, existem os imprevistos, mas são casos mais raros.

Seguindo as normas de maneira tranquila e confiante seus funcionários estarão longe de perigo.

Então por hoje é isso, se ficou qualquer dúvida sobre a norma ou o curso em si, é só chamar aqui nos comentários ou na página de contato, ok?

Até mais!

© Todos Direitos Reservados | Engehall Elétrica | Curso NR10