Protetor solar – como utilizar

Com a crescente preocupação dos efeitos do sol sobre o corpo, o uso de filtros solares vem crescendo. No entanto, essa preocupação não é recente e muito menos o uso de produtos para controlar os efeitos do sol. No Egito antigo, por volta de 7.800 a. C., eram usados extratos de plantas na tentativa de diminuir o efeito do sol, na Grécia em 400 a. C., uma mistura de óleo de oliva era utilizada com o mesmo objetivo. O primeiro filtro solar com efetividade comprovada data de 1944 quando, durante a segunda guerra mundial, Benjamin Greene criou uma substância que funcionava bloqueando os raios de chegarem à pele.

Hoje em dia os filtros solares evoluíram bastante e são encontrados em diversas formas, com variados fatores de proteção, além de existirem produtos específicos para tipos de pele. O protetor solar está diretamente ligado com a prevenção dos cânceres de pele, do envelhcimento precoce e outras doenças de pele. Porém, para a real proteção desses produtos é importante saber como usá-los e o que significa cada uma de suas especificidades.

FPS

O Fator de Proteção Solar, o FPS impresso nas embalagens, representa a proteção que o produto oferece em relação aos raios UVB. O FPS é definido em relação ao tempo que uma pessoa leva para se queimar sem o protetor e com o protetor. Por exemplo, se uma pessoa leva 10 minutos para se queimar, ao usar um FPS 15, ela levará 150 minutos para se queimar. No entanto, o tempo é afetado pela cor da pele, a quantidade de produto utilizado e a frequência de aplicação, a atividade realizada e a absorção do protetor pela pele.

É importante saber que existe uma relativa variação de proteção em relação aos FPS. Um protetor 15, tem proteção diferente de um 30 e assim por diante. No entanto, o crescimento na proteção química é relativamente pequeno, a principal diferença está relacionada ao tempo de exposição, um FPS 50 possibilita que uma pessoa fique 500 minutos exposta sem se queimar.

A proteção conta os raios UVA é feita através de produtos diferentes daqueles relacionados à proteção UVB. Normalmente, os indicies de proteção referente a esses raios são menores, ele é apresentado na embalagem pela inscrição de símbolos de positivo (+++).

Aplicação do protetor

O protetor solar não deve ser usado somente para exposições programadas, como na praia ou em clubes, deve ser utilizado diariamente, principalmente nas áreas expostas – rosto, nuca e pescoço e braços. Além disso, o produto deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição e em quantidades generosas que cubram completamente a pele. Além disso, é recomendado reaplicar o produto a cada duas horas ou após entrar na água e “lavar” o protetor.

O tipo de protetor também é importante, atualmente encontramos produtos em creme, loção “oil-free”, gel-creme e gel aquoso, o tipo deve ser escolhido de acordo com a pele do usuário. Por exemplo, pessoas de pele seca devem usar protetores em creme, já pessoas de pele oleosa devem usar as loções “oil-free” ou em gel.

Saiba mais em:

Radiação Solar
Efeitos da Radiação Solar

*Fonte: http://goo.gl/1W4xRl, http://goo.gl/PjxeS9, http://goo.gl/bZZWf8, http://goo.gl/zrd3

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta