Como instalar chuveiro: 02 chuveiros em 220V ou um em cada fase 127V? 🚿

Bem vindo a mais um episódio da série DICAS FLASH da Engehall. Hoje vamos responder uma pergunta de um dos nossos alunos do curso Eletricista Profissional. Como instalar chuveiro em um padrão 220V bifásico, em dois banheiros de uma mesma casa ? Vamos mostrar a melhor opção.

AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: Curso Eletricista Gratuito

Adquira com 20% de desconto: Curso de NR10 Engehall

Recebemos a seguinte pergunta de um dos nossos alunos do curso  Eletricista Profissional : " Estou fazendo a parte elétrica de uma casa e o padrão é 220V bifásico. A casa terá dois banheiros. Qual a melhor opção:  instalar em cada banheiro os chuveiros em 220V, ou instalar um chuveiro monofásico 127V em cada banheiro, um em uma fase e outro na outra fase? Isso sobrecarrega o neutro? Vamos obter alguma economia na conta de luz?”

Você sabe como instalar chuveiro nessas condições? Qual opção você escolheria ?

Nós preparamos um experimento prático com os dois chuveiros ligados em ambas tensões. Com isso a gente vai  mostrar toda teoria de forma prática, conforme a realidade das nossas instalações. Além disso, fizemos alguns cálculos que podem te dar uma economia de R$ 420,00. Dá pra acreditar?

Antes de mais nada, precisamos esclarecer alguns pontos.
Pensando na tensão monofásica 127V, a potência máxima que iremos encontrar no mercado para um chuveiro elétrico será de 5500W.
No entanto, quando temos uma residência com mais de uma fase, no caso do nosso aluno é bifásico,  vamos encontrar resistências com potências maiores, 6800, 7500 e até 8800W.

Só que, por questões didáticas, nosso experimento vai ser baseado na potência mais comum usada nas residências brasileiras, os chuveiros 5500W, tanto para 127 quanto para 220V.

Medindo a economia no consumo

Para ver o consumo vamos “recriar” esta montagem sugerida pelo nosso aluno. Vamos colocar uma alimentação bifásica com cabos 16mm e disjuntor geral bipolar de 63A, simulando um padrão de entrada. Ao lado terá dois disjuntores monopolares de 50A, um para cada chuveiro. Vamos usar um bloco de derivação para conectar os cabos de neutro e interligar os dois chuveiros, primeiro em 127V para fazer as medições.

Depois de fazer o primeiro teste dos chuveiros em 127V, vamos trocar os disjuntores monopolares para bipolar. Da mesma forma, vamos trocar os resistores dos chuveiros e ligá-los agora em 220V para fazer o mesmo teste.

Cabe lembrar que os resistores podem apresentar correntes diferentes, conforme vimos no teste. Isso está ligado às características de fabricação e também condições de cada instalação. Entretanto, a análise da corrente dos condutores foi o ponto mais importante do teste. Ligados em 127V cada fase ficou com a média de 38A. Logicamente no neutro também tínhamos a circulação dos 38A, afinal as correntes não se somam.

Já em 220V, as fases ficaram com 48A, afinal eram 24A por fase para cada chuveiro. Mas o neutro nessa ligação não foi usado. Ou seja, em uma instalação inteira, o chuveiro em 220V é a opção, pois o restante das cargas na maioria dos casos estarão ligadas em 127V. Dessa forma o neutro fica “livre” só para atender cargas monofásicas e assim temos um melhor equilíbrio das fases.

Preço dos materiais

Agora vamos falar do preço dos materiais, que é onde está a economia!

Quando temos um chuveiro monofásico 127V com potência de 5500W, a corrente que este chuveiro consome será de 43A. Ou seja, precisamos instalar um disjuntor de 50A no QDC, e levar 3 pernas ou vias de cabo 10mm² até cada um destes chuveiros.

Se você optar por colocar os mesmos chuveiros 5500W em 220V, a corrente de cada um vai dar 25A. Portanto, um cabo 4mm² na maioria dos casos vai suportar tranquilamente. Mas é preciso dimensionar, pois existem outros fatores que precisam ser levados em conta, como a queda de tensão por exemplo.

Em nossas obras fazemos uma previsão de um chuveiro de 7500W em 220V. Na maioria das vezes dá cabo 6mm². Mesmo assim fica bem mais barato o material para chuveiros em 220V do que em 127V.

Escrito por: Marlon Pascoal Pinto

Instrutor de Normas Regulamentadoras
Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho
Crea: 172.438/D MG

Aprenda os 3 Pilares para se tornar Eletricista, agora mesmo
e de forma 100% grátis.
CURSO-GRATIS

SIM! Eu quero realizar o Curso
de Eletricista Gratuito

certificado iso 9001
Logo Crea
chevron-down