o que e curso nr35

O que é o curso de NR 35?

Que saber o que e curso NR35? Confira aqui tudo o que for necessário para ter excelentes resultados com a aplicação desta norma. Tenha segurança e melhores qualificações aqui.

O assunto de segurança no trabalho nunca esteve tão em alta. Infelizmente o excesso de situações com prejuízos palpáveis para quem é vítima e para quem trabalha fez com que muitos pensassem o exercício da profissão.

Afinal de contas, seja você um eletricista ou um simples entregador de moto, com certeza haverão problemas que podem acontecer. Prever o futuro é impossível para nós, então a melhor saída só poderia mesmo ser prevenção.

Todos os anos milhares de pessoas perdem suas vidas, ficam incapacitadas ou até mesmo correm riscos graves de ferimentos por conta de seus trabalhos. E muito poderia ter sido evitado com pequenos cuidados.

E foi assim que se criaram normas e procedimentos que buscam proteger o cidadão destas situações. Existem várias, na verdade de dezenas para centenas delas.

A NR10 é uma das mais famosas, já que é exigida para uma grande maioria de trabalhos. Empresas muitas vezes só contratam um profissional quando ele está disponível para atuar através dessas normas e com certificados de cursos reconhecidos.

Hoje gostaria de falar um pouco mais sobre o que é o curso de NR35. Gostaria de te mostrar como a norma simplesmente funciona e como ela realmente pode te ajudar a melhorar seu currículo.

Logo após meu foco será recomendar o melhor curso de NR35 para que você tenha capacidade de se situar no mercado de trabalho.

Vamos conferir?

o que é NR35

O que é NR35?

Antes de mais nada é importante dizer que NR35 é uma abreviação de Norma Regulamentadora 35. Sua função é regular práticas e equipamentos de segurança, focado diretamente em quem trabalha em grandes alturas.

Mas a norma não fica barrada só em quem executa diretamente o serviço. Ela passa diretamente por quem trabalha, planeja e organiza.

Cada pessoa envolvida em qualquer processo precisa ter conhecimento de toda norma para garantir que a pessoa tenha condições de prevenir acidentes ao máximo possível.

Isso significa muitas vezes ter que parar e fazer um treinamento específico.

Muitas empresas contratam outras que são especializadas em cursos de capacitação de funcionários neste tipo de norma. Às vezes contendo treinamentos presenciais, e outras vezes contendo treinamentos à distância.

É normal também que pessoas vão atrás destes treinamentos mesmo sem estarem ligados à alguma empresa. Profissionais que querem realocação no mercado encontram nisto uma oportunidade de se tornarem mais competitivos para vagas.

Seja como for é importante notar que a morte por quedas está em um dos fatores mais comuns da mortalidade de trabalhadores da área de construção civil. O que pode também afetar os eletricistas instaladores prediais e semelhantes.

Afinal de contas eles também estarão trabalhando em um ambiente que pode trazer alguns problemas.

O que a NR35 exige para as empresas?

Um dos principais focos da norma é diretamente trabalhar com pessoas que estão contratando outras. Isto porque eles devem ser os responsáveis por planejar o trabalho e também fornecer os equipamentos.

Então a norma preparou diretamente 4 exigências que serão cobradas do empregador:

1 – Treinamento e capacitação

Antes de mais nada a empresa precisa dar condições ao funcionário de que ele tenha como entender todos os riscos que está sofrendo. Assim como todas as técnicas e práticas que podem diminuir as suas chances.

Estes treinamentos são feitos por empresas especializadas, e devem ser renovados de maneira periódica segundo a lei.

2 –  EPIs, Ancoragem e ferramentas

A empresa precisa fornecer tudo o que profissional necessita para estar completamente seguro em qualquer ocasião.

Isto vai envolver desde os óculos de proteção, calçados especiais e capacetes até outros vários tipos de equipamentos. A ancoragem, por exemplo, é essencial para evitar várias quedas e é básico para que qualquer serviço de altura seja feito.

3 – Equipe de emergência

É necessário também que a empresa tenha condições de prestar atendimentos de emergência caso algo aconteça. Seja uma queda ou qualquer outro problema é importante que o funcionário receba um tratamento rápido e eficaz.

Muitas vezes este tipo de atendimento é a exata linha entre a vida e a morte. Estancar um sangramento, ou liberar vias áreas do modo correto pode muito bem salvar a vida de uma pessoa.

4 – Desenvolver o planejamento para organizar e executar atividades

A maioria dos problemas pode ser evitada quando o planejamento é feito de forma correta. Assim é comum que as pessoas tenham que fazer o máximo para organizar tudo da maneira correta.

A NR35 irá atuar diretamente nesta fase, buscando trazer uma excelente variedade de proteções antes que algo de errado aconteça.

qual o melhor curso de NR35

O que a NR35 exige dos empregados?

Os empregados em si também precisam fazer sua parte se quiserem se adequar às normas. Afinal de contas de nada adianta todos os equipamentos e instruções se a pessoa não implementa as práticas em seus trabalhos.

Por mais absurdo que possa parecer para alguns é normal que muitos se recusem até mesmo à seguir o que foi orientado. Isto vem normalmente de um excesso de confiança.

A pessoa já trabalhou por vários anos na área e nunca sofreu um acidente ignorando aqueles procedimentos. E como eles podem às vezes diminuir o ritmo de trabalho, elas se sentem mais confortáveis fazendo de um jeito próprio.

Entretanto esta é uma ideia realmente complicada. Afinal de contas estamos falando de uma atitude bem pouco lógica de ação.

O risco é alto, e a pessoa nem sempre toma consciência disso. Então se ela não seguir mesmo depois de ser repreendida, o problema poderá ser sério.

Aqui estão uma lista das exigências para o empregado:

1 – Garantir e implementar todas as medidas definidas na NR35

A pessoa precisa realmente levar a sério tudo o que a norma em si pede para o profissional. Às vezes isto pode significar ser muito mais zeloso do que o normal.

E claro, também vai significar ter cuidado para agir de acordo com o que for instruído. Assim é possível garantir que ele foi completamente isento de culpa do que possa ter ocorrido.

2 – Colaborar com o empregador na execução da norma

Ou seja, o empregado também precisa ajudar o empregador a sempre estar de acordo com o exigido na legislação. Isto para alguns pode ser uma dificuldade grande, um problema sério. Afinal de contas o empregador também pode errar.

E claro, existem casos mal intencionados, onde o empregador pode evitar a compra de materiais necessários para economizar, ou mesmo evitar reparos.

É função do empregado cobrar e se recusar a trabalhar de modo contrário ao exigido pela norma. Garantindo sempre que você tenha segurança e conforto para qualquer trabalho.

3 – Se algum risco acontecer, ele deve parar

Mesmo com tudo seguindo de maneira correta o trabalhador precisa ficar atento à novas situações. Seja uma mudança do tempo, ou mesmo qualquer fator que o coloque em risco mesmo com os procedimentos.

Nestes casos é função do trabalhador reconhecer a situação e parar seus serviços imediatamente. Além de comunicar o seu supervisor no ato.

Este tipo de atitude pode não só salvar a vida da pessoa, mas também de outras envolvidas diretamente no trabalho.

curso nr35 online

Quem precisa capacitar a pessoa sobre a NR35?

A capacitação do profissional deve ser feita diretamente pela empresa em si. Entretanto muitas empresas buscam profissionais que tenham feito treinamentos por conta própria.

Isto garante uma economia pelo menos no curso inicial, além da possibilidade de trabalhar diretamente no ramo. Deixando para a empresa só os custos de reciclagem.

Por isso muitas pessoas optam por fazer o curso por conta própria. E assim eles se sentem mais bem recomendados para encontrar uma vaga.

O que e curso NR35? Um jeito de fazer você ter mais chances no mercado de trabalho.

O que e curso NR35? O que ele deve conter?

Bom, existe um conteúdo programático básico para que o curso que você fez seja realmente considerado como válido.

Para isto ele deve conter as seguintes instruções:

  • Normas e também regulamentos que são utilizadas diretamente no trabalho em altura;
  • Análises de risco e reconhecimento de condições que impedem o trabalho em si;
  • Mostrar os acidentes típicos em trabalhos em altura, para ensinar quais os possíveis riscos;
  • Possíveis riscos que venham diretamente do trabalho em altura e todas as medidas para sua prevenção e controle;
  • EPIs para serem utilizados em trabalho em altura: desde sua seleção até sua inspeção, conservação, e claro, suas limitação de uso;
  • Todos os equipamentos, sistemas e também procedimentos para a eficaz proteção de todos (proteção coletiva);
  • Condutas em situações emergenciais ( o que vai incluir conhecimento de técnicas de resgate até as práticas de primeiros socorros).

Se o curso oferecido não aborda estas questões, então o melhor seria fazer é procurar outro. Não invista em algo que não será de nenhuma serventia para a sua profissão!

Normas complementares à NR35

É comum que as normas de regulamentação, principalmente as de segurança, façam algum tipo de ligação entre elas. Afinal de contas estamos falando de procedimentos que precisam um dos outros.

A segurança em grandes alturas exige EPIs, e algo precisa regular os EPIs para garantir que eles sejam realmente confiáveis.

Assim é comum que junto de um curso de NR35 também apareçam conteúdos que levem em conta as seguintes NR’s:

Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho – NR4

Como o próprio nome já diz, o foco desta norma é pincelar sobre os assuntos de segurança e medicina do trabalho.

Os principais pontos encontrados nesta normal que serão aplicados no dia a dia vão envolver procedimentos para definição de riscos e problemas.

Aqui serão definidas as principais profissões como por exemplo os médicos do trabalho, enfermeiros do trabalho e por aí vai.

Todas necessárias para se garantir um bom funcionamento dependendo do empreendimento utilizado.

EPI (Equipamento de Proteção Individual ) – NR6

Os EPIs são parte fundamental de qualquer trabalho seguro. Eles são criados para propósitos específicos e gerais, sempre aumentando a segurança do trabalhador e evitando riscos e problemas possíveis.

Claro, é através desta norma que os próprios produtores dos EPIs usam as métricas para garantir o desenvolvimento correto dos equipamentos.

PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) – NR7

Existem vários problemas e doenças que podem vir de uma determinada profissão. Algumas são diretamente ligadas de uma exposição a determinados produtos, enquanto outras a uma posição desvorável.

Aqui estarão as diretrizes para acompanhamento, prevenção e tratamento de qualquer problema ocupacional. Sendo essencial de seguir em empresas de grande porte.

Programa de Prevenção e Riscos Ambientais – NR9

O foco desta norma é criar rotinas, procedimentos e até mesmo estruturas e equipamento para os riscos relacionados ao ambiente.

Seja pelo ambiente ser poluído, contaminado ou tóxico, ou também por encontrar situações de possível perigo natural. Quem sabe a possibilidade de um desabamento.

Aqui serão levados em conta as variáveis de risco do ambiente e então serão levantadas fórmulas de se livrar do problema.

Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção – NR18

Semelhante à anterior, mas com foco mais em ambiente administrativo. Muitas vezes levando em consideração locais mais fechados e chão de empresa.

Devendo levar em conta o que é necessário para o bom andamento do trabalho.

Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval – NR34

Praticamente uma cópia das duas últimas normas. Entretanto focada na aplicação de uma indústria naval.

Ou seja, se aplica só a estes trabalhos específicos.

Como se capacitar com um curso de NR35

Agora que você já possui alguns entendimentos básicos sobre este tipo de norma, é necessário ter em mente as ações básicas para você finalmente sair na frente.

Entenda, existem várias opções no mercado, entretanto a maioria delas será fraca, ou mesmo não reconhecida.

Escolher a melhor proposta existem é algo crucial para quem está querendo garantir um bom desempenho.

Sendo assim, é necessário levar em conta os seguintes fatores:

  • O curso em questão é de uma empresa?
  • Quantas pessoas já se graduaram com ele?
  • Existe uma certificação válida?
  • Os instrutores são realmente capacitados?
  • Você terá acesso aos conteúdos por quanto tempo?

Se levar cada um desses fatores em consideração vários cursos online serão descartados. Então sem dúvida a melhor opção para você será o curso de NR35 da Engehall.

Com ele você terá toda a qualificação necessária da NR35, mais todas as outras que o tornam um profissional totalmente capacitado. Ainda está para ser lançado, mas com certeza trará excelentes benefícios.

curso nr35

Conclusão

Então agora que você já sabe o que e curso NR35 é importante notar que sempre é interessante ficar de olho nas atualizações.

As leis e normas são constantemente atualizadas, e a Engehall estará disposta a fazer o que for necessário para te colocar na frente.

Qualquer dúvida sobre o curso ou o assunto estou à disposição para te ajudar nos comentários ou na página de contato. Então aproveite agora para perguntar o que quiser, ok?

Até a próxima!

 

© Todos Direitos Reservados | Engehall Elétrica | Curso NR10