o que é curso nr33

O que é o curso de NR 33?

Se você quer saber o que é curso NR33, chegou ao lugar certo. Aprenda aqui tudo o que você precisa para levantar resultados incríveis para sua carreira!

Quando se pensa no trabalho de um eletricista é comum lembrar de alguém que vai até sua casa resolver alguns problemas básicos. O mesmo é normal para muitos mecânicos, que ficam parados dando manutenções em coisas pequenas.

Entretanto a verdade é que no mundo industrial este tipo de profissional irá atuar em ambientes nem sempre favoráveis.

É normal que este tipo de trabalho leve a pessoa até locais em que seja necessário entrar em equipamentos e máquinas muito grandes.

Às vezes é comum que a pessoa até mesmo se coloque em situações de risco, pois o local em si não é adaptado para receber uma pessoa por muito tempo.

Há outros casos em que o local de trabalho pode ser realmente insalubre, trazendo problemas sérios para que você tenha uma exposição contínua.

Seja como for é importante dizer que existem dispositivos legais que buscam resolver a maioria dos riscos em que o profissional é exposto.

Assim surgiram as principais normas reguladoras do mercado, entre elas a que regula o trabalho em espaços confinados.

Hoje gostaria de trazer um pequeno vislumbre sobre tudo o que esta norma reguladora em específico irá nos trazer. Assim como dar uma sugestão do melhor meio de capacitação possível. Vamos conferir?

O que é NR33?

NR33, ou também conhecida por Norma Reguladora 33, é uma ferramenta estatal para regimentar o trabalho em possíveis locais confinados dentro da empresa.

O objetivo é aumentar consideravelmente a segurança e o bem estar do trabalhador. Trazendo uma redução de riscos que seja satisfatória para tornar o trabalho menos perigoso.

  • A norma em si tem como objetivo listar requisitos mínimos para que você possa identificar um espaço confinado assim como seu:
  • Reconhecimento;
  • Avaliação;
  • Monitoramento;
  • Controle dos riscos existentes.

Tudo isto para se ter uma certeza constante de que há garantias da segurança e saúde dos trabalhadores vão passar algum tempo exercendo alguma atividade, seja direta ou indireta em espaços considerados confinados.

O que são espaços confinados? (O que é curso NR33)

Esta nomenclatura pode lembrar muita gente de locais apertados, e com dificuldade de saída. Entretanto na linguagem mais técnica da segurança do trabalho a ideia é completamente diferente.

Embora o local muitas vezes seja apertado e difícil de sair, o conceito de espaço confinado vai trazer uma área ou local que não foi criado para receber seres humanos por muito tempo.

Então você pode até entrar lá e ficar tranquilo por um tempo. Mas definitivamente não irá se sentir confortável em longos períodos.

E é até mesmo comum que a presença por períodos longos de tempo acabem tornando sua estadia um pouco nociva à saúde. Isso sem contar os riscos eminentes de algum tipo de acidente.

Me deixa te passar um exemplo, digamos que você trabalhe em uma empresa de produtos alimentícios. Pode ser que nela tenha algum tipo de silo de armazenamento para grãos. E pode ser também que a manutenção de algo só seja possível do lado de dentro.

Então aquele espaço é um espaço confinado, pois embora você consiga entrar lá, não é exatamente um local para o qual você deveria estar.

O mesmo vale para quem precisa entrar em máquinas, equipamentos que normalmente precisam de alguma atividade de maneira interna.

Seja pela falta de ventilação ou mesmo pelo risco do equipamento ligar e você ter um acidente grave. Estes locais acabam se tornando um espaço confinado.

Quais as obrigações impostas pela NR33?

A Norma Reguladora 33 apresenta uma lista de obrigações tanto para o empregador quanto para quem trabalha diretamente naquele local. Então vou dividir elas em dois blocos, para que fique mais fácil de entender.

Obrigações do Empregador

Como sendo o provedor do trabalho, tendo poder sobre o empregado, ele é o responsável pela maioria das obrigações. Até mesmo porque muitas das ações necessárias só podem ser executadas por ele e sua equipe.

Sendo assim aqui está uma lista simples das atribuições:

  • Identificar todos os possíveis espaços confinados no local de trabalho;
  • Encontrar todos os riscos específicos para cada um dos espaços confinados encontrados;
  • Fazer funcionar uma gestão de segurança e saúde no trabalho especificamente para espaços confinados (Usando medidas técnicas de prevenção, administrativas e de emergência);
  • Treinar e habilitar todos os trabalhadores para lidar diretamente com riscos, além de medidas de controle, emergência e também de salvamento nos espaços confinados;
  • Ter certeza de que todos os trabalhadores estejam atualizados sobre os riscos e medidas de controle, sempre antes de entrar no local de risco.

Obrigações do Trabalhador

Embora a dedicação do empregador seja de vital importância, é necessário dizer que o trabalhador também precisa fazer sua parte. Afinal de contas ninguém deveria estar tão interessado com sua saúde, segurança e bem estar mais do que você.

Sendo que algumas atitudes irregulares podem colocar outras pessoas em risco, e muitas vezes serem até mesmo motivo de demissão por justa causa.

Aqui está uma lista bem resumida de todas as obrigações da norma NR33 sobre o trabalhador:

Cumprir a norma (o que é curso nr33)

Não adianta nada levar o trabalhador para o campo de trabalho se ele não está disposto a agir conforme o recomendado pela norma.

Ignorar os procedimentos é uma falta grave, que coloca o profissional e os terceiros sob grande risco. Então é obrigação do trabalhador fazer tudo conforme o explicado sem questionar.

Fazer o uso dos EPIs e seguir as regras da empresa

Cada espaço confinado vai ter suas situações diferenciadas. Alguns possuem problema pode ter falta de ventilação adequada. Outros por serem insalubres, e outros por possuírem riscos de acidentes mecânicos.

Seja como for, cada caso é um caso que precisa ser estudo de maneira minuciosa. Assim é necessário que o profissional compreenda o uso de cada equipamento de segurança, além dos procedimentos adequados para se manter seguro.

Avisar sobre situações de riscos aos superiores imediatamente

Pode ser que alguma coisa dê errado no meio do caminho, seja por imperícia, falta de atenção ou mesmo por uma causa alheia ao trabalhador.

Mas sempre que uma potencial situação de risco aparecer, o funcionário deve comunicar imediatamente seu superior para garantir medidas de proteção.

Muitas vezes resolvendo o problema de vários que não têm conhecimento da situação atual.

Seguir as regras e procedimentos explicadas no treinamento

Assim como nas duas primeiras obrigações, é necessário dizer que o trabalhador precisa executar tudo de acordo com o que aprendeu no treinamento.

Isto acontece pelo fato de que algumas empresas vão possuir pessoas em cargos superiores que indiquem ações contrárias ao que foi ensinado.

É obrigação do trabalhador se recusar a seguir um caminho incorreto, e atitudes irresponsáveis. Você é obrigado a fazer tudo do jeito correto.


curso nr33 online

Principais causas de acidentes (O que é curso NR33)

Acredite você ou não, mas os principais fatores que levam a um acidente de trabalho são sempre os mesmos. Seja você alguém que trabalha em um ambiente confinado ou não.

Seguir à risca todas as necessidades de se prever problemas é realmente uma das saídas. Entretanto vale a pena listar alguns dos principais fatores aqui:

1 – Análise e planejamento insuficientes

É comum que o erro muitas vezes não seja diretamente relacionado ao trabalhador final. Aquele que vai entrar no espaço confinado e fazer sua tarefa.

Às vezes ele pode agir corretamente conforme o instruído, e ainda se acidentar. Isto porque não é raro a parte técnica da empresa analisar ou planejar tudo de modo instatisfatório.

Seja por questões de imperícia ou mesmo por algum erro básico. O melhor jeito de se garantir então é tendo uma capacitação adequada, e seguindo sempre as orientações básicas do curso.

2 – Imperícia da equipe

Não é de hoje que encontramos pessoas que não são exatamente super capacitadas para fazer suas tarefas. Afinal de contas tem quem vá mentir no currículo, tem aquele que realmente não leva jeito para a coisa e tem quem não se importe em fazer nada direito.

Seja como for, a imperícia, ou falta de habilidade em fazer uma tarefa do modo correto, é uma causa predominante de acidentes.

Por isso é sempre bom que as pessoas envolvidas na empresa sejam constantemente treinadas e capacitadas.

3 – Ambiente despreparado

É normal encontrar problemas sérios quando você se depara com um ambiente que não foi planejado da maneira correta.

Muitas empresas vão ter máquinas enormes que precisam de manutenção, e não fazer a disposição do espaço correto pode gerar acidentes.

Assim como também trabalhar sem o local estar devidamente limpo e drenado. Preparar o ambiente vai permitir com que a maioria finalmente consiga ter resultados fixos.

4 – Ausência de EPIs e outros equipamentos

Ter uma quantidade básica de equipamentos de proteção é um requisito mínimo para se ter uma empresa funcionando.

Infelizmente alguns locais ignoram os que não achem tão importantes assim. Talvez usar um óculos de proteção, por exemplo, não pareça ter relação direta com eletricidade.

Mas se algo entra no seu olho durante um procedimento e você perde a visão temporariamente do que está fazendo, o risco é ainda maior do que tentar fazer seu trabalho de olhos fechados. Qualquer um pode enxergar que esta não é uma opção muito inteligente.

Seja como for o necessário é que você esteja sempre disposto a fazer suas atividades do meio correto para sua maior segurança.

5 – Pressa

Por último é importante lembrar que muitos ambientes de trabalho são cercados de prazos extremamente cursos e uma constante pressão para que o problema seja resolvido rapidamente.

Mas não só a pressa é inimiga da perfeição, como também é um dos maiores inimigos da segurança. Quem exagera na dose infelizmente acaba por se colocar em sérios riscos, assim como os que estão em volta.

A pressa leva primeiramente à falta de foco, que pode causar distrações extremamente perigosas durante todo o procedimento.

Entretanto também podemos notar o fato de que muitos apressados irão sem pensar duas vezes sacrificar alguma atitude que seria para sua segurança.

Seja colocar um EPI da maneira correta (ou sequer colocá-lo) até mesmo executar o trabalho com qualquer tipo de ação que tiver em mente.


curso de nr33

Como me capacitar de maneira adequada com a NR33?

Existem vários meios pelos quais você começa a se adequar a norma. Ter pesquisado sobre ela e então finalmente aprender algo de útil, é um começo.

Mas isto ainda é muito superficial, e o próprio texto em si não vai te trazer o conhecimento necessário para uma certificação.

E afinal de contas o que as empresas querem, ou o que os empregadores querem, é ter funcionários que saibam o que fazem e que possam legalmente demostrar isso.

Até porque uma possível fiscalização básica irá trazer multas bastante complicadas. Ainda que todos conheçam as normas e a sigam corretamente, é necessário comprovar isto de alguma forma.

Então a única saída realmente segura para a empresa é que a pessoa seja graduada em um curso. E claro, este curso precisa ser ministrado através de uma empresa certificada, que esteja licenciada a prover os certificados de capacitação.

O que é Curso NR33?

O curso NR33 é basicamente uma forma de garantir que o empregado tenha uma comprovação de capacidade de executar atividades em espaços confinados.

Este curso possui uma grade de conteúdos básicos, que são exatamente o que garante um certificado válido de trabalho.

Assim como também é necessário existir um número mínimo de carga horária e uma escolha rígida de instrutor.

Infelizmente algumas empresas utilizam a necessidade de outras que precisam deste curso ou mesmo da boa vontade de profissionais que querem se qualificar no mercado de trabalho.

Então é sempre bom fazer suas buscas utilizando alguns padrões básicos de qualidade. Os principais deles estão aqui:

1 – Licenciamento e certificação

Primeiramente é necessário verificar se a empresa realmente pode fornecer um certificado válido. Veja se ela é afiliada ao CREA ou a algum órgão regulador responsável por este tipo de validação.

Claro, esta é uma informação que precisa estar exposta na primeira página de um site. E também é bom sempre verificar se aquilo é ou não verdade.

2 – Cuidado com os instrutores

É bem comum que as empresas tenham até mesmo instrutores qualificados, mas com uma péssima didática. Assim seus colaboradores não ficarão motivados e poderão assimilar menos do que o necessário.

O resultado é que ainda que existam certificados para cada um deles, é normal que acidentes aconteçam com mais frequências. Sendo prejuízo financeiro e humano, enormes.

Fique atento para empresas que ainda não colocam a pessoa capacitada para dar o curso! Não caia em algum papo mole e seja ludibriado pelo instrutor, se ele não tem certificação, então não vale a pena!

3 – Currículo do curso

É importante que o curso abranja tudo o que a norma requer para uma capacitação completa. E para garantir isso pode ser necessário gastar um tempinho fazendo o dever de casa.

Então aproveite para ter certeza de que o curso oferece o que é básico e um pouco mais. Sempre leve instrução de sobra, sendo possível se qualificar em até mais de uma norma!

Qual o melhor curso do mercado?

Levando em conta todos esses fatores é importante dizer que a escolha se torna um pouco óbvia. O que você realmente precisa é o curso de NR33 da Engehall.

Embora este seja um curso voltado mais para a área da elétrica, te dará todas as bases para segurança em espaços confinados, sendo válido para você que precisa da NR33.

Este não é material qualquer, na verdade é feito com uma empresa com mais de 10 anos mercado e que tem trazido conteúdos incríveis para os seus mais de 70 mil alunos.

Todos eles com capacidades imensuráveis para vencer na vida. Já que se tornar um profissional capacitado é sem dúvida um dos melhores caminhos para conseguir melhores trabalhos e ser promovido.

Aqui estão algumas das vantagens básicas deste curso:

Instrutores e conteúdos completos

Você terá tudo o que precisa para reconhecer todas as exigências legais da norma. Sendo capaz de literalmente alcançar novos resultados sem precisar perder tempo.

Os instrutores são completamente capacitados, vindo de uma empresa que é afiliada ao CREA e possui o certificado da ISO 9001. Um excelente ponto de partida.

Modalidades variadas

Se você deseja aprender sobre a norma por conta própria este é um excelente ponto de partida. Afinal de contas está disponível um curso online completo. O que traz resultados incríveis para quem realmente deseja ir além.

Os valores investidos no curso se retornam em benefícios em muitas vezes. Sem contar a possibilidade de aumentar suas chances em entrevistas de emprego.

Agora, para as empresas que precisam de um treinamento especial, também existe esta disponibilidade. Basta entrar em contato no botão que mostrarei logo abaixo.

Certificado válido em todo território nacional

Seja para a empresa ou para um profissional separado, é importante dizer que este é um certificado completamente válido no país todo.

Não é nenhum tipo de prêmio de consolação, mas uma garantia de que você terá tudo o que precisa para se destacar!

Como comprar curso NR33?

Infelizmente o curso ainda está para ser lançado, mas com certeza tem um excelente futuro. Então fique ligado para novidades.

Considerações finais

Agora que você já saber o que é curso NR33, então porque não dar uma chance para sua carreira? Verifique mais informações incríveis no botão acima e se torne alguém completo para o mercado de trabalho.

No mais é isso, qualquer dúvida estou à disposição nos comentários ou página de contatos, ok?

Até a próxima!

© Todos Direitos Reservados | Engehall Elétrica | Curso NR10