...

EMBUTIR TOMADAS em Móveis: conheça a melhor solução

Você já tentou embutir tomadas em móveis e no fim acabou estragando a mobília e os materiais ? Pensando nisso, nos vamos deixar aqui a melhor solução para embutir tomadas em móveis para você fazer o melhor serviço, e otimizar seu tempo.

Antes de mais nada, você precisa conhecer alguns componentes elétricos importantes.

Componentes Elétricos

Resistor Resistores

São componentes eletrônicos que têm como principal função limitar o fluxo de cargas elétricas por meio da conversão da energia elétrica em energia térmica. Geralmente, são feitos a partir de materiais dielétricos de grande resistência, os tornando capazes de reduzir a passagem da corrente elétrica.

Tipos de resistores: Termorresistores: resistência elétrica varia com a temperatura; Fotorresistores: variam de resistência elétrica quando iluminados; Resistores ôhmicos: apresentam resistência fixa.

Capacitor Capacitores

Capacitador Capacitores são dispositivos que armazenam  cargas elétricas. Ao liga-los com  uma diferença de potencial, um campo elétrico forma-se entre suas placas, e os  capacitores acumulam cargas em seus terminais. Dessa forma,  o dielétrico em seu interior dificulta a passagem das cargas elétricas através das placas.

Os capacitores levam um curto período de tempo para serem totalmente carregados, porém, descarregam rápido. Por isso, os capacitores são essenciais para dispositivos eletrônicos que exigem grande intensidade de corrente elétrica, como aparelhos de som de alta potência.

Além disso, com os capacitores você pode  implementar temporizadores, retificadores de corrente elétrica, filtros de linha, estabilizadores etc.

Por fim,  conhecer esse componente elétrico é essencial para qualquer trabalho de elétrica, inclusive o de  embutir tomadas em móveis.

Tipos de capacitores:

  • Capacitores eletrolíticos: contêm finas camadas de alumínio, envolvidas em óxido de alumínio e embebidas em eletrólitos líquidos;
  • Capacitores de poliéster: um tipo de capacitor bastante compacto, formado por folhas de poliéster e alumínio;
  • Capacitores de tântalo: têm uma vida útil mais longa e são usados como dielétrico o óxido de Tântalo;
  • Capacitores de óleo: foram os primeiros tipos de capacitores e, assim como os capacitores de papel, caíram em desuso por serem pouco práticos ou confiáveis;
  • Capacitores variáveis: são os que possuem válvulas capazes de controlar a distância entre as placas ou a sua área de contato, muito utilizados em aparelhos valvulados, como rádios e televisores antigos;
  • Capacitores cerâmicos: feitos em formato de disco, são formados de placas condutoras que envolvem um meio, como papel, vidro ou ar.

 Indutor

Os indutores são dispositivos eletrônicos que apresentam a capacidade de armazenar energia em forma de campo magnético, sendo gerado pela corrente elétrica que o percorre. Você pode encontra-los  nos circuitos eletrônicos, também conhecidos como bobina ou solenóide.

Tipos de indutores:

  • Núcleo de Ar: não usam nenhum tipo de material em seu núcleo, tem indutância baixa, porém, não apresentam perdas por falta de núcleo e são muito usados em circuitos de altas frequências;
  • Núcleo Laminado: tem um núcleo feito de camadas com lâminas finas de aço-silício, que são envolvidas por verniz e usadas em baixas frequências, como, por exemplo, em transformadores. Pela construção do seu núcleo, os indutores laminados têm redução considerável nas perdas;
  • Núcleo Ferromagnético: são aqueles que têm o objetivo de atingir maiores níveis de indutância, pois são capazes de aumentar e concentrar o campo magnético. A maior desvantagem de materiais deste tipo é que ocorrem muitas perdas;
  • Núcleo de Ferrite: apresentam um grande desempenho ao trabalhar em circuitos de altas frequências e baixas perdas causadas pelo tipo de cerâmica ferromagnética e não condutora;
  • Indutor Toroidal: geralmente construído de ferrite, tem o formato de uma rosca. Por isso, seu campo magnético possui um caminho fechado para circular, diminuindo consideravelmente as perdas e aumentando o valor de sua indutância.

 

Diodo

O diodo é um componente eletrônico semicondutor, que permite a condução da corrente elétrica somente em um único sentido. Se você já viu algum painel de LED, então já observou milhares de diodos. Cada uma daquelas pequenas luzes acesas nos eletrônicos que você tem em sua residência é um tipo de diodo, que é o diodo emissor de luz, popularmente conhecido como LED.

  • LED: utiliza um chip (semelhante ao utilizado em computadores) e sua função é transformar corrente elétrica em luz.
  • Fotodiodo: sua principal função é converter fótons em eletricidade, ou seja, ele atua como um receptor de luz, que é o oposto do LED que emite luminosidade.
Marlon Pascoal

Marlon Pascoal

Instrutor de Normas Regulamentadoras
Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho
Crea: 172.438/D MG

VAI PERDER?

NR10 BÁSICO

R$ 275,00

R$ 185,00

Fazer Matrícula agora

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.