Esse SERVIÇO só PODE SER FEITO por ELETRICISTAS EXPERIENTES

Portal PARCEIRO ELETRICISTA: https://ift.tt/2L84aDD

AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2NfYSdH

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
⚡ https://goo.gl/X7uPUz

——
👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
⚡https://goo.gl/Jns9f2

Inscreva-se em nosso canal: https://goo.gl/txZzEE

👉 Olha, estamos aqui:

⚡ Facebook: https://goo.gl/XhJBpx
⚡ Twitter: https://goo.gl/0Xyr7F
⚡ Youtube: https://goo.gl/txZzEE
⚡ Pinterest: https://goo.gl/Z6tqXU
⚡ Linkedin: https://goo.gl/9Qztp2
⚡ Blog do Eletricista: https://goo.gl/DBDRRe
⚡ Instagram: https://goo.gl/xufvgn

——
👉 Curso NR10 com 20% de desconto:

⚡ https://goo.gl/F5khB9

——

TOP VÍDEOS

👉 Câmeras de Segurança, INSTALAÇÃO SUPER FÁCIL 🔧
https://youtu.be/95gmuP_qQd0

👉 O SEGREDO de uma EMENDA PERFEITA – Super Fácil 🔧
https://youtu.be/MEuWq-SL4CM

O QUE ACONTECE SE VOCÊ PLUGAR UM PEN DRIVE NA TOMADA?
https://youtu.be/WOMAfZ43B9k

Engehall Elétrica

——

Na malha de aterramento de um SPDA são permitidas conexões mecânicas com conectores de aperto, que podem ser os conectores tradicionais tipo U, tipo cunha ou com alicate de compressão. Para estes tipos de conectores a norma exige que seja instalada uma caixa de inspeção no solo com diâmetro mínimo de 250 mm. A função desta caixa é facilitar o acesso para futuras manutenções preventivas (reaperto dos conectores) ou corretivas (troca dos conectores quando enferrujados ou danificados). No caso de ser usada a solda exotérmica nas conexões da malha, essa caixa de inspeção passa a ser totalmente dispensada, uma vez que a solda não exige manutenção (reaperto ou troca – desde quando bem executada).

A solda exotérmica é uma fusão molecular dos materiais envolvidos, o que proporciona uma conexão resistente aos esforços mecânicos e agentes químicos aos quais as malhas normalmente ficam submetidas no solo (vibração, recalque, acidez do solo, etc).

Porém para a execução de uma boa solda, são necessários alguns cuidados preliminares básicos para garantir o sucesso desta. Os principais passos são:

Passo 1: Pegar os elementos que serão soldados, podendo ser cabo/cabo, cabo/haste, haste/haste, cabo/perfil , etc.
Para facilitar o entendimento, abaixo uma imagem ilustrativa para simular uma solda exotérmica tipo cabo/haste.

NOTA: Em primeiro lugar certifique-se que os cabos a serem soldados estão de acordo com a norma NBR 6524 (7 FIOS) e as hastes são de alta camada (254 microns) NBR13571, caso contrário sua solda não terá sucesso.

soldas1
Passo 2: Todo serviço a ser realizado exige um mínimo de limpeza e higiene, assim inspecione bem as partes a serem soldadas, os cabos a serem soldados deverão estar corretamente cortados limpos sem sujeira e/ou graxa. É muito importante que todos os condutores estejam totalmente isentos de umidade. Qualquer resíduo de umidade pode provocar uma explosão no molde pois a alta temperatura da solda expande o volume de água em até 1600 vezes.

Passo 3: Junte as partes as serem soldadas abraçando-as com o molde grafitado. Para cada tipo de conexão requer um molde específico, variando de acordo com os diâmetros dos cabos e hastes.

Passo 4: Feche o molde com o alicate especifico garantindo o perfeito fechamento deste, evitando vazamentos.

Passo 5: Coloque o disco de retenção no buraco onde o pó exotérmico (cartucho) será despejado. Este disco é de aço e tem a função de só permitir que o cobre desça para a câmara de fusão, quando todo o material estiver derretido. Este disco é também chamado de fusível ou retardador e, após a fusão, este transforma-se em escória.

Passo 6: Após garantir que o disco está corretamente posicionado deverá ser despejado o pó exotérmico (cartucho) até preencher todo o buraco. Cada cartucho tem uma quantidade certa do pó exotérmico correspondente ao tipo de conexão que será executada.

Passo 7: Feche a tampa do molde para evitar respingos durante a fusão e acenda o palito ignitor para jogá-lo dentro do buraco onde o cartucho foi despejado.

Passo 8: Após a ignição, todo o material despejado no molde será derretido e irá descer até a câmara onde irá derreter os condutores previamente posicionados para serem soldados.

Passo 9: Aguarde alguns segundos e abra o molde. Você verá os condutores avermelhados e a solda ao redor destes (cuidado com a alta temperatura).

Passo 10: Retire a solda com cuidado, limpe-a com uma escova de aço e pronto. A conexão está feita em poucos segundos.