Dispositivos a Corrente de Fuga

Esse dispositivo tem por finalidade seccionar a energia elétrica que alimenta determinado circuito, na ocorrência de uma corrente de fuga que exceda determinado valor, sua atuação deve ser rápida, menor do que 0,2 segundos. Este tipo de dispositivo é conhecido como DR de Diferencial Residual que é o principio de funcionamento.

Assista o vídeo

O DR é constituído por um transformador de corrente toroidal, um disparador e o mecanismo de seccionamento dos contatos. Por este transformador de corrente passam os condutores fase e neutro da instalação elétrica do circuito a ser protegido. Este transformador de corrente é quem detecta o aparecimento da corrente de fuga através do desequilíbrio da corrente (1ª lei de Kirchoff). Numa instalação sem defeitos, a somatória das correntes no primário do transformador de corrente é nula, conforme mostra a figura abaixo. Em caso de uma fuga de corrente à terra, pelo motivo que for, o dispositivo verifica esta fuga e atua o disparado, atuando o mecanismo de seccionamento dos contatos.

Não balanceamento devido à corrente de fuga-DR

É necessário que tanto o dispositivo quanto o equipamento ou instalação elétrica estejam ligados a um sistema de terra para que o dispositivo funcione corretamente.

Os dispositivos também apresentam em sua construção um elemento que permite que os mesmos sejam testados de tal modo que podem certificar-nos de que se encontram dentro das especificações de operação. Este elemento é um botão de teste existente em todos os DR´s.

Curso de NR 10 é na Engehall.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta