Curso NR10 Valor: Quanto custa? Para que serve? [Confira TUDO]

Curso NR10 valor, qual seria o preço adequado por um curso tão específico? Aprenda aqui tudo o que você precisa para ter resultados incríveis e bastante completos. Melhore seu currículo e abra ainda mais portas com estas orientações!

Sem dúvida nenhuma acidentes de trabalho podem acontecer, afinal de contas todos nós podemos passar por alguns tipos de falhas humanas. Praticamente qualquer setor de trabalho está arriscado a enfrentar alguma situação adversa, e não seria diferente com a questão da eletricidade.

Acidentes com choques elétricos são realmente preocupantes, e podem causar desde ferimentos sérios a até alguns casos de óbito. Tensões acima de 50 volts são normalmente um perigo em potencial quando mal manuseadas. E não é fácil garantir que tudo vai sair de acordo com a sua vontade.

Por isso existem processos e orientações que buscam diminuir as situação de risco, e mesmo que não consigam impedir o acidente, tentam ao menos diminuir os impactos.

Todas as principais informações sobre segurança do trabalho para eletricistas foram resumidas na NR10. E é sobre ela que vamos falar hoje.

 

Curso NR10 Valor: O que é NR10?

A norma regulamentadora 10, ou mais conhecida como NR10, é basicamente um dispositivo legal que ajuda a pessoa conseguir um conhecimento básico para sua proteção. Embora seja uma norma regulamentadora, é necessário fazer um curso dela para conseguir iniciar as suas atividades em várias empresas.

Existe uma regulamentação básica que permite a pessoa alcançar bons resultados em relação a segurança. E tudo isto deve ser absorvido pelo profissional antes que ele inicie seus trabalhos.

É obrigatório que a empresa em si acabe por investir no treinamento nesta área para a pessoa, sem custo para o profissional. Entretanto é muito comum que as pessoas busquem o curso por conta própria, pois já ter um certificado ajuda você a entrar mais fácil em algumas vagas.

Sem dúvida é mais interessante para o empregador pegar alguém capacitado que não precisará ficar parado por um tempo até se formar. Não é nem exatamente uma questão de custo.

Mas também é possível encontrar vários profissionais autônomos que utilizam o curso como uma salvaguarda das boas práticas da sua profissão. Afinal de contas ele precisa ser quem irá cuidar da situação caso algum acidente aconteça.

Quanto custa?

O curso NR10 tem um valor que varia bastante da sua necessidade. Sendo assim, o curso normal, com todas as horas requisitadas pela legislação, pode ser adquirido em média por R$190, sendo que algumas empresas podem cobrar mais de R$300 por aluno.

Sempre há a opção de negociar um preço caso seja a empresa oferecendo para um número grande de funcionários.

O curso de NR 10 SEP é voltado para o profissional que trabalha com sistemas de potência. Sendo normalmente aplicado para os que estão mexendo com maquinário pesado ou mesmo com linhas de alta tensão. De fato é um curso importante e necessário.

Ambos os cursos básico e SEP também vão contar com suas versões de reciclagem, que possuem valores ligeiramente menores.

O que é NR10 reciclagem?

O curso para reciclagem é aquele que irá oferecer uma boa parte do curso original. Embora seja um curso que você só vai fazer caso já tenha vencido o prazo da formação básica.

Segundo a legislação atual, o curso de NR10 básico tem a validade de 2 anos. Depois disso a empresa deve fazer um curso de reciclagem, utilizando como base as principais necessidades de segurança da empresa.

Esta reciclagem também precisa ser proporcionada pela empresa contratante, e assim é necessário ter em mente a importância de todo o trabalho como guiado para as funções respectivas. Normalmente este curso de reciclagem é feito até mesmo dentro da própria empresa, de maneira presencial, mesmo que não tenha a carga horaria completa e o resto seja compensando com aulas online.

É necessário fazer a reciclagem em outras ocasiões especiais, afinal de contas muitas coisas podem se alterar no meio do caminho. Por exemplo, é comum que a pessoa acabe mudando de setor no seu trabalho, o que a colocará sobre possíveis riscos diferentes, não necessariamente maiores (embora possa acontecer).

A ideia é preparar este funcionário para agir com inteligência e segurança, evitando novos problemas. Por isso é crucial que a pessoa tenha em mente a importância do trabalho que está executando.


eletricista profissional trabalhando_

O que se aprende com a NR10?

Basicamente todo o conteúdo é voltado para a segurança e bem estar da pessoa que está envolvida com trabalhos em alta tensão.

Porém é válido citar algumas das principais atividades e formações que você terá durante este curso. Poderia aqui colocar elas como:

Introdução em Segurança com Eletricidade

Através deste tópico você irá aprender quais as principais atitudes que precisará ter no campo de trabalho para evitar qualquer perigo. Lembrando alguns fatores básicos da eletricidade em si e seu comportamento.

O conteúdo será voltado principalmente para te orientar sobre o que você deve e o que não deve fazer para se estar seguro nesta área. Aqui são feitas previsões de erros mais comuns e quebra de mitos realmente preocupantes para a segurança do profissional.

Riscos em Instalações e Serviços com Eletricidade

Neste momento o profissional irá adquirir conhecimento básico para entender os principais problemas que podem ocorrer ao se trabalhar com a eletricidade. Como os riscos acontecem no trabalho em si, assim como as maneiras corretas de evitá-los.

A pessoa que entende esta parte acaba se tornando atenta para situações que nunca imaginaria acontecer no dia a dia.

Este é um tópico complementado com a parte das técnicas de Análise de Risco. Assim o profissional ganha capacidade de realmente levar em conta qualquer situação que pode gerar um acidente por conta própria, muitas vezes mantendo até mesmo o técnico de segurança da empresa atento quanto ao que fazer.

Medidas de Controle do Risco Elétrico

Aqui está um dos pontos mais interessantes do curso em si. Através deste tópico o profissional aprenderá a reagir da maneira correta em relação a riscos que não podem ser necessariamente evitados.

Isto se aplica até mesmo para situações onde você terá que avisar seus superiores sobre problemas possíveis. E claro, ambientes ao ar livre, normalmente ligados aos que trabalham com sistemas de potência, será um pouco desafiador.

Rotinas de Trabalho – Procedimentos

As rotinas de trabalhos definidas neste curso possibilitam que você consiga finalmente aumentar seu rendimento sem correr riscos adicionais. Os procedimentos podem ir de níveis simples, que passam desde apertar alguns parafusos, até situações onde será necessário manusear fiações perigosas.

Sempre aprendendo como fazer isto da maneira mais segura tanto para você quanto para os futuros profissionais. Como por exemplo, aprender a fazer conexões bem feitas para evitar curto circuitos ou mesmo arcos voltaicos.

Primeiros Socorros

Acidentes podem acontecer, não tem o que fazer. Então para se ter resultados incríveis, o melhor mesmo é sempre estar atento para reagir da melhor maneira possível.

Embora seja um pouco desafiador, o ideal mesmo é sempre contar com a ajuda de alguém que possa prestar os primeiros socorros.

Na maioria dos casos isto fará com que você consiga diminuir os danos causados. E muitas vezes pode até ser o que manterá a pessoa viva até que o socorro chegue.

Equipamentos de proteção individual e coletiva

Talvez um dos tópicos mais importantes de todo o curso de NR10 seja exatamente a questão das proteções individuais e coletivas. Afinal de contas, equipamentos de proteção são a chave para a execução segura de um trabalho.

Lembrando que eles não só têm a funcionalidade de evitar acidentes, mas também de amenizar os danos sofridos por ele quando acontecem. Então o melhor a ser feito é realmente seguir de uma maneira lógica e segura.

A empresa contratante é a responsável por fornecer estes equipamentos, mas se você notar que algo não foi entregue, seja por algum acidente na gestão, o ideal é cobrar antes de começar os trabalhos.

Os equipamentos de proteção individual, conhecidos como EPIs, são os mais interessantes para seu foco. Nele estarão basicamente os óculos de proteção, luvas e botas.

Dependendo do funcionamento da empresa também é possível encontrar capacetes, coletes refletores ou várias outras opções que garantem o bom funcionamento de tudo.

As luvas também precisam ser feitas de um material que seja isolante, assim como os outros EPIs em geral. A ideia é evitar contato com fiação exposta, ou algo que possa dar um choque.

Os Equipamentos de Proteção Coletiva seguem o mesmo raciocínio, e são igualmente importantes.

A empresa precisa fornecê-los e o técnico de segurança e envolvidos precisam fiscalizar ativamente para garantir as boas implementações.

Você pode notar, por exemplo, a excelente aplicação de uma rede de segurança, que evitará quedas. Assim como o próprio kit de primeiros socorros é uma das opções mais clássicas deste tipo de equipamento.

Riscos de acidentes em trabalhos com eletricidade

Muita coisa pode acontecer quando se está em um trabalho que se coloca sob a NR10. Afinal de contas existem fatores de risco ligados diretamente à própria eletricidade, enquanto outros não.

Por exemplo, você pode trabalhar em um local remoto, no meio de alguma selva. Assim terá conhecimento de que podem haver animais perigosos por ali, e por aí vai.

Aqui são algumas possibilidades:

1 - Choque Elétrico

O risco de choque elétrico é definitivamente o mais comum, sendo a causa número 1 de acidentes com eletricidade. Um choque elétrico acontece quando a pessoa acaba entrando em contato com uma corrente elétrica e ela decide fluir pelo seu corpo.

Mesmo não sendo um bom condutor, o nosso corpo pode servir como um caminho para eletricidade se ela tiver uma potência alta o suficiente.

Assim os choques podem variar tanto de um pequeno desconforto com dor, até mesmo o óbito. Tudo irá variar da quantidade de potência do sistema.

Embora grandes choques possam causar uma parada cardíaca, o normal é que o óbito por choques sejam originados de outros problemas, como por exemplo as queimaduras.

2 - Queimaduras

As queimaduras são a segunda causa mais comum neste tipo de trabalho. Normalmente elas parecem como resultados de algum choques elétricos, mas não são a sua única fonte.

O efeito joule é um fenômeno da física que estuda a relação da corrente elétrica com o aumento de temperatura. Como não existem condutores e condições perfeitas alguma parte da energia elétrica irá se dissipar como calor.

Neste caso o efeito é normalmente utilizado para aquecimentos, como o do chuveiro e fogareiros elétricos. Mas este é um efeito que pode acontecer em locais indesejados, como por exemplo a corrente circulando em uma fiação que não aguenta toda a carga. Assim o fio começa a se aquecer até derreter.

O mesmo acontece por vários motivos, como uma fiação velha e oxidada. Por isso é sempre necessário cuidado, observação e nunca tocar em nada com as mãos nuas. E claro, acidentes elétricos podem acontecer e precisam ser extinguidos da maneira certa.

3 - Arco Voltaico

Em alguns casos acabamos por encontrar uma potência tão grande que pode causar a condução da eletricidade por um meio isolante. Assim acabamos "enxergando" a eletricidade como uma curva de energia. Normalmente observada quando encontramos dois fios ficando muito próximos, existindo um grande diferencial de potência entre eles.

O fato é que isto pode acontecer no ambiente de trabalho e ser atingido por este arco não é nada bom. Muitas vezes o acidente é sério e exige cuidados médicos.

Também é uma das fontes mais comuns de incêndios elétricos, por isso é importante tomar muito cuidado.

Como adquirir?

A aquisição do curso é feita de maneira muito simples, basta você clicar no botão abaixo para ser guiado até o local de vendas. Se você for uma empresa também pode conseguir as orientações corretas e preços especiais. Basta navegar pela página que você será redirecionado e então ir até o atendimento para pessoa jurídica.

botao-matricule-se-já

No mais é isso, espero que estas orientações tenham sido positivas, e que assim você consiga ter realmente capacidade de acabar com maior segurança no seu trabalho.

Se tiver qualquer dúvida sobre o assunto, sem problemas. Embaixo você vai encontrar os comentários, e pode pedir mais algumas orientações importantes para realmente ter certeza da qualidade do curso.

Até nossa próxima dica!

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:

ESCRITÓRIO BH

Av. Portugal, 4340
Itapoã - Belo Horizonte / MG
Telefone: (31) 3499-6030

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Rua Tenente Coronel Soares Neiva, 72
Vila Aricanduva - São Paulo / SP
Telefone: (11) 3090-2670

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Telefone: (21) 3090-0798

OUTRAS CIDADES

apartmentmagnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram