Curso NR10 queimaduras

Curso NR10 Queimaduras

A corrente elétrica como citato no item choque elétrico, atinge o organismo através do revestimento cutâneo (pele). Por esse motivo, as vítimas de acidente com eletricidade apresentam, na maioria dos casos envolvendo alta tensão, queimaduras. Devido à alta resistência da pele, a passagem de corrente elétrica produz alterações estruturais conhecidas como “marcas de corrente”. As características, portanto, das queimaduras provocadas pela eletricidade diferem daquelas causadas por efeitos químicos, térmicos e biológicos.

Em relação às queimaduras por efeito térmico, aquelas causadas pela eletricidade são geralmente menos dolorosas, pois a passagem da corrente poderá destruir as terminações nervosas. Não significa, porém que sejam menos perigosas, pois elas tendem a progredir em profundidade, mesmo depois de desfeito o contato elétrico ou a descarga.

É importante destacar que não há necessidade de contato direto da pessoa com partes energizadas. A passagem da corrente poderá ocorrer devido a uma descarga elétrica, ou arco voltaico em caso de proximidade do individuo com partes eletricamente carregadas.

A eletricidade pode produzir queimaduras por diversas formas, o que resulta na seguinte classificação: queimaduras por contato; queimaduras por arco voltaico ;queimaduras por radiação (em arcos produzidos por curtos-circuitos);queimaduras por vapor metálico.

Queimaduras por contato

Quando se toca uma superfície condutora energizada e cria um caminho para a condução da corrente, as queimaduras podem ser locais e profundas atingindo até a parte óssea, ou por outro lado muito pequenas, deixando apenas uma pequena “mancha branca na pele”. Em caso de sobrevir à morte, esse último caso é bastante importante, e deve ser verificado no exame necrológico, para possibilitar a reconstrução, mais exata possível, do caminho percorrido pela corrente. É importante também o acompanhamento posterior da saúde do acidentado para que este não venha a desenvolver uma doença iniciada pela passagem da corrente elétrica como problemas renais, por exemplo.

Queimaduras por arco voltaico

O arco elétrico caracteriza-se pelo fluxo de corrente elétrica através do ar, ou seja, pela ruptura do
dielétrico (ar) entre uma fase e outra (mais comum) ou entre fase e terra. Geralmente é produzido quando da conexão e desconexão de dispositivos elétricos energizados, mas podem ser causada por poeiras, sujeiras, umidade, corrosão, queda de ferramentas não isoladas entre outros. A falha em isolamentos dos condutores também pode causar um curto circuito que não deixa de ser um arco voltaico. A consequência do arco são queimaduras de segundo ou terceiro grau. Vale lembrar que o arco elétrico possui energia suficiente para queimar as roupas e provocar incêndios, emitindo vapores de material ionizado e raios ultravioletas.

Queimaduras por vapor metálico

Na fusão de um elo fusível ou condutor, há a emissão de vapores e derramamento de metais derretidos (em alguns casos prata ou estanho) podendo atingir as pessoas localizadas nas proximidades.

Campos eletromagnéticos

É gerado quando da passagem da corrente elétrica nos meios condutores. O campo eletromagnético está presente em inúmeras atividades humanas, tais como trabalhos com circuitos ou linhas energizadas, solda elétrica, utilização de telefonia celular e fornos de micro-ondas.

Os trabalhadores que interagem com Sistema Elétrico Potência estão expostos ao campo eletromagnético, quando da execução de serviços em linhas de transmissão aérea e subestações de distribuição de energia elétrica, nas quais empregam-se elevados níveis de tensão e corrente.

Os efeitos possíveis no organismo humano decorrente da exposição ao campo eletro magnético são
de natureza elétrica e magnética. Onde o empregado fica exposto ao campo e seu corpo sofre uma
indução, estabelecendo um diferencial de potencial entre o empregado e outros objetos inerentes às atividades.

A unidade de medida do campo magnético é o Ampére por Volt, Gauss ou Tesla cujo símbolo é representado pela letra T.

Cuidados especiais devem ser tomados por trabalhadores ou pessoas que possuem em seu corpo aparelhos eletrônicos, tais como marca passo, aparelhos auditivos, dentre outros, pois seu funcionamento pode ser comprometido na presença de campos magnéticos intenso.

Escrito por: Marlon Pascoal Pinto

Instrutor de Normas Regulamentadoras
Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho
Crea: 172.438/D MG

Aprenda os 3 Pilares para se tornar Eletricista, agora mesmo
e de forma 100% grátis.
CURSO-GRATIS

SIM! Eu quero realizar o Curso
de Eletricista Gratuito

certificado iso 9001
Logo Crea
chevron-down