O Curso NR-10 tem validade estabelecida na Norma regulamentadora 10 do MTE. Todo profissional do ramo elétrico precisa fazer o curso de nr10 e manter o certificado válido fazendo a reciclagem após 2 anos da emissão do certificado Nr-10 básico.

O que é NR10?

O que é NR10? Está aqui uma pergunta comum e que realmente fala sobre um dos campos mais comentados de toda a área da eletricidade. Então confira hoje tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Escolher uma profissão não é exatamente a coisa mais fácil do mundo. Afinal de contas todos temos sonhos desde criança, porém ao encontrar o mercado de trabalho as coisas mudam.

Normalmente o ideal é apostar em uma área promissora, com várias vagas disponíveis e que tem espaço para crescimento. E claro, é necessário gostar do que se está fazendo.

Sendo assim muitas pessoas migraram sem nem pensar duas vezes para a carreira de eletricista. A ideia é trabalhar com algo que tenha possibilidades amplas, e que com o tempo te ajude a empreender.

Mas como qualquer outro ramo do trabalho ele está constantemente se atualizando. Seja por novos equipamentos, seja por conta de tecnologias descobertas ou desenvolvidas, a área da eletricidade é uma das que mais irá se abrir para novos profissionais.

Entretanto ela também vai exigir que a pessoa se mantenha capacitada e disponível para o trabalho. Não é de hoje que muitos perdem ótimas oportunidades por simplesmente fazerem “corpo-mole” e acabarem deixando de crescer.

A norma NR é sem dúvida um dos temas centrais para quem quer se manter relevante para o mercado de trabalho.

Além disso, o domínio da norma em si é um excelente meio de fazer com que seu trabalho seja mais seguro e produtivo.

Sendo assim hoje gostaria de falar um pouco mais sobre o que é NR10. Esperando que você consiga atingir excelentes resultados em seus trabalhos.

Lembrando que qualquer dúvida sobre o que for tratado aqui pode ser perguntada nos comentários. Assim que der eu te trago uma resposta satisfatória.

Vamos começar?

O que é NR10?

NR 10 é a abreviação de Norma Regulamentadora 10, que é uma espécie de lei que regulamenta a segurança e prevenção de acidentes para os funcionários da eletricidade.

Seja qual for a sua atuação como eletricista, se é alguém que faz pequenas manutenções residenciais ou mesmo instalações de grandes empresas, segurança é um fator importante.

A eletricidade é uma poderosíssima força da natureza, e sem dúvida não deve ser levada como uma brincadeira. Pegadinhas inconsequentes, ou mesmo tentar resolver pequenos problemas elétricos sem conhecimento básico, podem levar a resultados terríveis.

Segundo as últimas pesquisas, aproximadamente todos os dias ao menos 2 pessoas morrem por conta de um acidente com eletricidade.

Não me entenda mal, a eletricidade não é nem de perto uma vilã. Ela nos proporciona vários recursos completamente essenciais para a nossa sociedade.

Um hospital moderno sem eletricidade dificilmente conseguiria realizar os milagres. Vários produtos não poderiam ser produzidos, e teríamos outras dezenas de problemas.

Entretanto é válido dizer que ela possui leis e regras que a fazem ser o que é. Ignorar isto com péssimas práticas profissionais podem te fazer correr riscos.

Então a necessidade de que regras de segurança gerais fossem criadas acabaram por impulsionar o MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social) a criar a NR10 na década de 60.

Desde aí várias reformulações, correções e atualizações têm sido entregues para um melhor resultado no campo de trabalho.

Acredite você ou não, mas definitivamente existem bases teóricas e práticas para sustentar todas as recomendações.

A importância da NR10

Como se trata de uma norma, ela acaba tendo peso quase como de lei. Então muitos certificados da empresa, até mesmo alguns alvarás de funcionamento, irão depender completamente da adequação.

Então é muito normal ver empresas investindo um bom valor para capacitação, principalmente nesta área.

Saber o que é NR10 se tornou algo completamente necessário para quem quer se manter relevante no campo de trabalho da elétrica.

Alguns dos motivos são:

1 – Segurança

Parece uma questão um tanto quanto óbvia, entretanto conhecer a norma NR10 é fundamental para que você consiga ter tranquilidade ao trabalhar.

O risco para funcionários liberais acaba se tornando altíssimo, já que eles muitas vezes não contam com seguros. E até mesmo os que possuem alguma forma de previdência ou algo semelhante correm riscos de não receberem o suficiente para reparar danos.

Afinal de contas acidentes com eletricidade podem ser incapacitantes e fatais. E quando a pessoa precisa administrar alguma forma de proteção financeira, normalmente ela deixa a desejar.

Sem contar o fato de que ninguém quer sofrer um acidente.

Então seguir a NR10 é uma das garantias mais fortes para que você tenha êxito na sua carreira.

2 – Destaque no mercado (para o profissional)

Para quem está procurando um novo emprego ou carreira, precisa entender que várias empresas irão ficar de olho nos mais capacitados.

Ter um diploma de conclusão de algum curso muitas vezes não passa nem perto do necessário. Entretanto aqui teremos uma garantia de que você terá uma excelente prova de que é uma pessoa que sempre se atualiza.

O processo de manter seu currículo atualizado é definitivamente um ponto positivo para qualquer recrutador.

Sem contar o fato de que uma empresa dificilmente deseja um profissional que pode trazer riscos. Acidentes de trabalho são um grande buraco sem fundo de prejuízos em qualquer estabelecimento.

Afinal de contas além do prejuízo financeiro que pode ser grave, existe o dano em questões humanas que podem ser irreparáveis.

Treinar um profissional nem sempre sai barato, então é mais fácil contratar alguém que já tenha conhecimentos básicos de normas de segurança.

3 – Destaque no mercado (para a empresa)

Certificações e selos de qualidade ajudam qualquer empresa a se destacar no mercado. Manter um controle de qualidade com ISOs e outras avaliações é crucial para quem quer crescer.

Por isso é comum que as empresas contratem treinamentos massivos para capacitar completamente profissionais dentro das normas necessárias para conquistar o NR10.

Saber o que é NR10 é uma coisa, agora fazer seus funcionários praticamente é outra história. Por isso é normal que treinamentos e reciclagens sejam feitos constantemente.

Muitas vezes um certificado pode ser o ponto que faltava para um licitação ou conquista de um cliente.

Afinal de contas nenhuma empresa vai querer problemas e acidentes sérios acontecendo em seu ambiente.

O que a NR10 busca evitar?

São vários os acidentes que podem ser causados quando você não segue os padrões corretos. Basicamente todos eles são acompanhados de instruções específicas.

Vou listar agora os principais problemas que um profissional de elétrica pode encontrar, desde os mais raros até os mais comuns. Lembre-se, cada um deles pode ser um problema em especial!

1 – Animais potencialmente perigosos

Pode parecer estranho, mas este é um risco até comum de todos os profissionais que precisam acessar redes de eletricidade ou instalações fora de um regime urbano.

Desde cabos de alta tensão até mesmo quadros de energia mal vedados, podem acabar trazendo riscos reais com a presença de alguns animais.

Um exemplo muito comum são as abelhas de ferrão, vespas e marimbondos. Essas espécies muitas vezes fazem suas colmeias em postes, quadros de energia, redes de alta tensão e semelhantes.

O problema é que você não irá conseguir invadir o território delas e sair ileso. Sem contar quando você não percebe a presença delas.

Saber primeiros socorros, contar com um parceiro e ter conhecimentos básicos podem ser vitais.

2 – Explosões e chamas

É muito comum que redes com níveis muito grandes de energia apresentem vários riscos adicionais. Um curto circuito, por exemplo, pode acabar elevando a potência do fluxo em um nível que resulte em chamas.

E acredite, várias instalações de alta potência podem estar expostas em ambientes como fábricas, que muitas vezes podem ter produtos inflamáveis.

Acidentes que causem incêndios e explosões são completamente sérios. Saber como agir pode te trazer simples atitudes que resolvam o problema antes de começar.

3 – Arcos voltaicos

Quando se trabalha com uma grande quantidade de energia você pode ter um fenômeno interessante, e perigoso acontecendo.

Ao conectar e desconectar cabos ou junções ainda ligadas é possível encontrar um feixe visível de energia conectando os dois extremos.

Isto acontece porque a alta potência permite a passagem de elétrons mesmo através de um material completamente isolante.

O que muitas vezes é difícil ou imperceptível, mas pode se tornar mais forte dependendo da quantidade de corrente e tensão presentes.

Seu grande problema é que este feixe de energia pura e simples vai ter uma altíssima temperatura. Causando possíveis queimaduras, e até mesmo iniciando incêndios ou explosões.

Em alguns casos é até mesmo possível encontrar choques causados pelo seu corpo se tornar o novo condutor.

4 – Choques elétricos

O acidente que envolve choques elétricos é de longe o mais comum. É difícil nunca encontrar alguém que tenha passado sem experimentar qualquer tipo de choque.

Em um mundo com eletricidade por todo lado, este é sem dúvida uma das sensações mais comuns para quem mexe em circuitos e instalações desprotegidos.

Entretanto é válido notar que é um dos riscos mais comuns, com o maior número de óbitos na classe da profissão. Afinal de contas a confiança muitas vezes abre brecha para descuidos.

O dano pode ser de quase inexistente, com apenas um susto, até o próprio óbito. Isto vai variar da quantidade de corrente presente.

Um choque vai ocorrer quando seu corpo se torna um condutor de eletricidade. Muitas vezes este problema vai trazer danos como queimaduras e até mesmo problemas musculares.

Qual a principal causa de acidentes?

Um acidente não acontece por vontade própria da vítima, senão o nome do fato seria outro. O que muitas vezes acontece é que alguns fatores repetitivos se tornam um problema para sua segurança.

Com isto você fica susceptível a sofrer problemas sérios.

É normal que você encontre problemas sérios nos seguintes casos:

Manutenção em rede energizada

Sempre que uma manutenção em uma instalação, aparelho ou circuito acontecer, o primeiro passo deve ser desenergizar a rede.

Parar o funcionamento de máquinas e outros dispositivos pode realmente ser um prejuízo para a empresa. Entretanto o profissional que se envolver neste tipo de ação corre riscos sérios.

É melhor tomar o prejuízo da paralisação dos equipamentos do que expor um colaborador a um acidente. Sem contar o fato de que é bem comum que mais pessoas acabem envolvidas.

Muitas vezes o próprio profissional se sente confiante em executar a tarefa com a energia ligada, e é por isso que você deve sempre capacitá-lo para não fazer este tipo de escolha.

Equipamentos ou ferramentas danificadas

Seja você um profissional autônomo ou mesmo alguém contratado diretamente por uma empresa, é necessário ter em mente que você precisa trabalhar com ferramentas adequadas.

Às vezes para economizar as pessoas preferem utilizar uma ferramenta por mais tempo que o necessário. E pode ser que esta atitude o coloque em grande risco.

Se você sabe o que é NR10, então sabe que cada EPI e EPC (Equipamentos de Proteção Individuais e Coletivos) são necessários. Utilizar algo que não está em plenas condições de operação é um risco desnecessário.

Sem contar que dependendo do dano o risco pode até mesmo aumentar.

O que é NR10? Responsabilidade

Grande parte da NR10 é entregar uma soma de responsabilidades para cada profissional. Sendo divididas entre as empresas e os funcionários da seguinte forma:

Empresa:

  • Precisa sempre informar os profissionais sobre os riscos que estão expostos;
  • Qual houver qualquer acidente de trabalho com eletricidade, propor e adotar medidas corretivas e preventivas;
  • Sempre promover ações para controlar riscos em todas as instalações elétricas;
  • Oferecer sempre que necessário uma denúncia aos órgãos competentes.

Colaborador:

  • Ter muita atenção em seu trabalho, procedendo de forma correta para garantir a sua segurança e a de terceiros que possam ser afetadas por seus erros;
  • Manter todos os equipamentos de proteção em bom estado.

Equipamentos de proteção individual

Um dos grandes focos de toda a norma NR10 circula em torno dos equipamentos de proteção individual. Os EPIs cumprem sua função de maneira bastante eficiente, e são desenvolvidos pensando na segurança do trabalhador.

Sempre que ele esquece de utilizar ou o faz de maneira errada, irá correr riscos que podem afetar a sua vida e a de terceiros.

Os mais comuns a serem utilizados são:

  • Capacetes protetores
  • Protetores auriculares
  • Óculos de proteção
  • Luvas de proteção
  • Máscaras de proteção respiratória
  • Mangas de proteção
  • Calçados de proteção
  • Uniforme de proteção

Todos estes equipamentos possuem versões e possibilidades diferentes. E serão utilizados de acordo com a situação e ambiente.

Onde me capacitar na norma NR10?

Tanto profissionais quanto empresas precisarão utilizar algum tipo de curso para conseguirem dominar todo o assunto. Claro, este curso precisa ser reconhecido e ter um conteúdo que possa abranger completamente os tópicos principais da área.

Em todas as opções encontradas por aí, a melhor disponível no momento sem dúvida é o curso de NR10 da Engehall. Uma excelente empresa com mais de uma década de desenvolvimento de cursos especializados.

Com o curso deles o profissional pode se capacitar por conta própria tirando dúvidas e sendo orientado pelos melhores professores da área. Que alias possuem muito conhecimento tanto prático quanto teórico.

Outro ponto bastante relevante é sem dúvida a possibilidade de se utilizar de uma estrutura online completamente acessível de qualquer lugar.

Assim o profissional que se capacita para melhorar o currículo não precisará gastar recursos e tempo com o deslocamento.

Nem ao menos terá que se dedicar de maneira exclusiva a um tipo de curso. Ele pode separar o tempo que tiver livre para se dedicar e se aprimorar. Muitas vezes sendo até mesmo os intervalos de um trabalho.

Entretanto a empresa que quiser capacitar todos os seus funcionários também poderá contar com treinamentos presenciais. Basta agendar para fazer os orçamentos.

O que o Curso de NR10 da Engehall traz?

O conteúdo é surpreendentemente amplo, e vai possibilitar toda a capacitação do profissional. Inclusive é um curso com certificado reconhecido em qualquer local.

Afinal de contas a Engehall é filiada ao CREA.

Entre os principais assuntos estão:

  • Introdução à Segurança com Eletricidade;
  • Técnicas em Análise de Risco;
  • Possíveis riscos em Instalações e Serviços Elétricos;
  • Medidas para Controle do Risco Elétrico;
  • Normas Técnicas Brasileiras – Nbr da Abnt: Nbr-5410, Nbr 14039, etc;
  • EPIs e EPCs;
  • Rotinas de Trabalho e seus Procedimentos;
  • Documentação das Instalações Elétricas;
  • Proteção e Combate a Incêndios;
  • Acidentes de Origem Elétrica;
  • Primeiros Socorros;

Existe ainda mais conteúdos explorados para atingir todo o potencial necessário. Esta é só uma amostra.

O curso tem validade?

Sim, o curso possui uma validade de até 2 anos. Isto é necessário para que o profissional e a empresa estejam habilitados para receberem suas certificações.

Entretanto no site da Engehall você encontrará a opção de curso mais em conta para quem só precisa fazer a reciclagem.

Isto vale para quem trabalha com sistemas de alta potência ou não. Tudo se encaixa diretamente às suas necessidades.

Você receberá um certificado válido no momento em que o curso for concluído, e ele possui aceitação em todas as empresas do mercado.

Mas o certificado impresso também é enviado, porém pelos correios, podendo demorar alguns dias para chegar.

Quanto tempo o curso demora?

A duração total do curso online é de uma carga horária de 40 horas. Entretanto o profissional é quem vai ditar o ritmo da aprendizagem.

Assim, quanto mais tempo disponível e disposição ele tiver, mais rápido ele irá concluir. Mas se as coisas estiverem muito tumultuadas, tudo bem. Você não perderá o curso por conta do tempo.

Um dos pontos mais interessantes do curso em si é que você pode começar a fazer ele de graça! Ou seja, você começa, avalia a qualidade e só então efetua o pagamento necessário.

Toda esta parte é facilitada com divisões no cartão de crédito ou pagamento à vista.

Como conseguir

Se você quer realmente saber o que é NR10 e entrar de cabeça no mercado como alguém mais qualificado, basta clicar no botão abaixo:

Conclusão

Lembre-se, a segurança é um dos fatores principais de qualquer trabalhador na área da elétrica. Sendo assim é sempre bom estar em dia com suas certificações e novos conteúdos.

Então aproveite agora para começar um curso que vai revolucionar a sua carreira.

Por hoje é isso, qualquer dúvida que você tenha sobre o assunto ou o curso não tenha medo de perguntar! Basta acessar a área de comentários logo aqui abaixo.

Até a próxima!

Carga Horária Curso NR10 Online

Carga Horária Curso NR10 Online

Carga Horária curso NR10

As exigências para que um curso seja VÁLIDO em todo território nacional são:

– Carga horária mínima de 40 horas:

O curso presencial e o curso o online de NR10 devem possuir a carga horária mínima de 40 horas de aula. Essa carga é definida a partir do conteúdo programático do treinamento e da maneira que ele será aplicado, uma vez que o conteúdo é o mesmo o que caracteriza a diferença entre o presencial e o online é a maneira que o curso é ministrado.

Na modalidade presencial, normalmente o aluno participa de aulas durante 5 dias, durante 8 horas seguidas, totalizando 40 horas. Nesse período é apresentado ao aluno pelo professor todo o conteúdo da norma. Já no curso online o conteúdo é o mesmo, mas o aluno pode definir o seu período de estudo, ou seja, ele pode definir o tempo que irá estudar durante o dia de maneira que pode absorver o conteúdo da norma em um período menor através da realização de atividades interativas.

– Anotação de Responsabilidade Técnica para o treinamento (ART);
– Prática: Simulador Online e o Anexo III da Norma;
– O Ensino a distância da NR10;
– Carga horária mínima de 40 horas.

Assuntos relacionados:

O Ensino à distância no Brasil (Ead)
O MTE e os Cursos de NR10
O MEC e o Treinamento

Curso nr10 ead

As exigências para que um curso seja VÁLIDO em todo território nacional são:

– O Ensino a distância da NR10:

A Norma Regulamentadora 10 foi publicada na Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 e sofreu alterações e atualizações na Portaria SSMT n.º 12, de 06 de junho de 1983 e na Portaria GM n.º 598, de 07 de dezembro de 2004. No momento da elaboração da norma e das alterações que ela sofreu o ensino a distância e os cursos online ainda eram pouco difundidos no Brasil, por isso não existe nenhuma afirmação explicita na norma que aborde esse assunto.

Com a evolução tecnológica e a popularização da internet a modalidade de Ensino à Distância (EAD) foi totalmente regulamentada dentro da legislação federal. Essa modalidade vem ganhando cada dia mais espaço por ter horários flexíveis e por possuir ferramentas didáticas de imagens, vídeos, texto e sistemas de avaliação diferenciados daqueles aplicados em sala de aula. Essa forma de ensino e seus materiais de estudo são totalmente eficazes para transmissão de qualquer conhecimento.

Para elaboração do Curso de NR10 a EngeHall uniu os engenheiros, responsáveis pelo conteúdo do curso, com profissionais de web, responsáveis pelo desenvolvimento do sistema de estudos e a transmissão de todo o conteúdo apresentado em sala para o treinamento. A partir disso foi desenvolvida a plataforma online em que o aluno tem acesso a todo conteúdo da norma NR10 por meio de atividades interativas, vídeos e um simulador prático que proporcionam o acesso e principalmente a fixação do conteúdo da norma. Com isso o aluno compreende as informações da norma, apreende e utiliza os procedimentos de segurança que são fundamentais para a prevenção de acidentes e se torna habilitado para atuar em qualquer setor tomando as medidas preventivas.

– Anotação de Responsabilidade Técnica para o treinamento (ART);
– Prática: Simulador Online e o Anexo II da Norma;
– O Ensino a distância da NR10;
– Carga horária mínima de 40 horas.

Veja outros Fatores:

O Ensino à distância no Brasil (Ead)
O MTE e os Cursos de NR10
O MEC e o Treinamento

Único Curso Nr10 Online Válido – Plataforma Prática

Único Curso NR10 Online Válido – Plataforma Prática

As exigências para que um curso seja VÁLIDO em todo território nacional são:

– O Curso deverá ser elaborado por profissionais habilitados e registrados em órgãos oficiais competentes.

– Os profissionais das áreas elétrica, segurança do trabalho e saúde deverão assinar o certificado.

– O Treinamento deverá abordar todo conteúdo do anexo II da Norma NR10 estabelecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com carga horária de 40 horas para o curso básico.

– Prática: Simulador Online e o Anexo II da Norma:

Desde o dia 16 de setembro de 2013 a EngeHall disponibiliza no sistema do seu curso de NR10 Online a atividade prática, em que seus alunos treinam os atendimentos de emergência nos primeiros socorros previstos no Anexo II da NR10. Ela discorre da necessidade dos treinamentos oferecerem aos alunos a atividade prática, uma vez que somente com ela é possível compreender partes do texto da norma.

No sistema da prática, o aluno tem a possibilidade de exercer um resgate simulado no ambiente de trabalho, onde é realizada desde a avaliação inicial do local e a remoção dos objetos de risco, até mesmo uma massagem de reanimação. O programa permite que o aluno identifique a maneira correta de realizar o atendimento em caso de acidentes. Com a introdução dessa atividade, a EngeHall se torna a única empresa a oferecer um treinamento com todos os requisitos da norma, trazendo para os alunos mais qualidade de ensino e segurança no ambiente de trabalho.

– Veja aqui todas as exigências para um Curso NR10 Válido

– Anotação de Responsabilidade Técnica para o treinamento (ART);
– Prática: Simulador Online e o Anexo II da Norma;
– O Ensino a distância da NR10;
– Carga horária mínima de 40 horas.

Veja outros Fatores:

O Ensino à distância no Brasil (Ead)
O MTE e os Cursos de NR10
O MEC e o Treinamento

Profissionais Regulamentados

Único Curso NR10 Online Válido – Profissionais Regulamentados

assinaturas-certificado

As exigências para que um curso seja VÁLIDO em todo território nacional são:

– Conteúdo elaborado por Profissionais Qualificados e registrados em seus órgãos trabalhistas:

Para a realização do treinamento é necessária a produção de material didático que será oferecido aos alunos. Três profissionais, no mínimo, devem ser os responsáveis por esse conteúdo, essas pessoas devem ser qualificadas e registradas em seus respectivos órgãos profissionais.

Os profissionais responsáveis pelo conteúdo do curso da EngeHall são: o Engenheiro Eletricista André Luiz Mafra de Medeiros. CREA 186.906/D – MG; o Engenheiro de Segurança Flávio Moreira da Costa (CREA 71.942/D-MG); e o Técnico em Enfermagem da Engehall é o Marcelo Félix da Silva (COREN-MG: 520.819), atuante no Samu e na Cruz Vermelha.

– Anotação de Responsabilidade Técnica para o treinamento (ART);
– Prática: Simulador Online e o Anexo II da Norma;
– O Ensino a distância da NR10;
– Carga horária mínima de 40 horas.

Veja outros Fatores:

O Ensino à distância no Brasil (Ead)
O MTE e os Cursos de NR10
O MEC e o Treinamento

Curso NR10 Online Válido – MTE

O curso de NR10 online é válido?

É importante ressaltar que o objetivo da Norma NR10 não é somente o certificado e sim a segurança e saúde do trabalhador, alguns anúncios de empresas na internet prometem certificados válidos e rápidos,  além de vender certificados que não possuem validade, ainda colocam a vida dos profissionais em risco. Veja abaixo os requisitos necessários para que um certificado de NR10 seja válido.

Projeto pedagógico

Os cursos de NR10 devem dispor de projeto pedagógico, veja aqui os responsáveis pela elaboração do material de estudo da Engehall:

Projeto pedagógico: Renata Navarro
Apostila NR10 básico: Professora Tabita (Senai)
Apostila NR 10 Sep: Professor e Engenheiro Eletricista Andre Mafra
Combate a Incêndio:  Salmir  (Corpo de Bombeiros)
Primeiros Socorros:  Marcelo Felix  (Socorrista do SAMU)
Edição e confecção de vídeos : Equipe de Marketing Engehall
Participação especial:  Diretor executivo Edson Martinho da Abracopel (Associação Brasileira de conscientização para os perigos da eletricidade). Participou com sugestões no início do projeto.

Veja aqui o certificado de NR10

Quais profissionais devem assinar o Certificado?

O Curso de NR10 deve ser elaborado por  profissionais habilitados e registrados em órgãos oficiais. São 3 áreas distintas, os responsáveis pelo treinamento da engehall são:

Andre Luiz Mafra de Medeiros (Engenheiro Eletricista) Crea 186.906/D
Flavio Marcio Moreira da Costa (Engenheiro de Segurança do Trabalho) Crea 71.942/D
Marcelo Felix da Silva (Enfermeiro) Coren 520.819

Todos profissionais devem possuir registro em seus conselhos de classe no caso do engenheiro eletricista e engenheiro de segurança do trabalho o CREA e no caso do profissional do ramo da saúde o Coren por exemplo.

Emissão da ART

A Empresa que gera o certificado deve emitir a ART – Anotação de Responsabilidade Técnica. A Engehall é filiada ao Crea e emite a ART, que garante que os profissionais são devidamente habilitados.

A ART – Anotação de Responsabilidade Técnica também é um requisito para que o curso de NR10 seja válido.

Todo conteúdo do curso de NR10 está contido no anexo III da Norma Regulamentadora Portaria MTPS n.º 508, de 29 de abril de 2016, a carga horária definida na norma para o curso NR10 Básico é 40 horas. O curso presencial e o curso de NR10 Online devem possuir a mesma carga horária e conteúdo programático. A única diferença é a forma de ministrar os cursos.

No curso de NR10 presencial o aluno tem aulas presenciais durante 5 dias seguidos com carga horária de 8 horas diárias e devem totalizar 40 horas. Já no curso online o conteúdo é o mesmo, mas quem determina o ritmo/andamento é o aluno. A plataforma da Engehal fica disponível 24 horas por dia nos cursos online, por este motivo o aluno pode escolher o horário mais apropriado de acordo com sua disponibilidade.

O Curso deve abordar de forma completa todo conteúdo da Norma NR10 disposto no Anexo III. 

1 – Introdução à segurança com eletricidade energia elétrica: geração, transmissão e distribuição
2 – Riscos em instalações e serviços em eletricidade
3 – Técnicas de análise de risco
4 – Medidas de controle do risco elétrico
5 – Normas técnicas brasileiras
6 – Regulamentações do mte
7 – Equipamento de proteção coletiva – EPC
8 – Equipamento de proteção individual – EPI
9 – Rotinas de trabalho
10 – Documentação de instalações elétricas
11 – Riscos adicionais
12 – Proteção e combate a incêndios
13 – Acidentes de origem elétrica
14 – Primeiros socorros
15 – Responsabilidade

Simulador para prática

A Engehall foi a primeira empresa do Brasil a desenvolver uma plataforma para prática de combate a incêndio e primeiros socorros nos cursos online. E disponibilizado para os alunos um Simulador para prática Online. Com este Simulador é possível realizar a prática de primeiros socorros e combate a incêndio para uma melhor fixação do conteúdo, conforme previstos no Anexo III da Norma.

Com essa novidade, a Engehall além de inovar, permite que os alunos compreendam melhor os assuntos abordados nas aulas teóricas. A prática simulada de primeiros socorros é realizada em um ambiente virtual, onde é possível a realização de uma reanimação cárdio pulmonar em uma vítima de choque elétrico, com todos os procedimentos necessários.

Carga Horária 

Os cursos de NR10 online devem ter a mesma carga horária e conteúdo dos cursos presenciais.

NR10 Básico e complementar SEP 40 horas.

Reciclagens

A Reciclagem deve ocorrer de 2 em 2 anos e a carga horária é de acordo com as atividades de cada profissional e variam de empresa para empresa.

Decreto presidencial nº 5.622

O decreto presidencial nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005 determina que os cursos à distância e presenciais possuem o mesma validade desde que ministrados por profissionais qualificados, que tenham o mesmo conteúdo e o mesmo sistema de avaliação. Desta forma os cursos de NR10 online possui a mesma validade de um curso de NR10 presencial.

MEC nos Cursos de NR10

Curso nr10 online é reconhecido pelo mec? Não existe vínculo entre o MEC e a norma NR10 do Ministério do Trabalho. A competência para fiscalizar os cursos de NR10 são de responsabilidade exclusiva do MTE e do CREA.

Entenda um pouco mais

Primeiramente, é importante esclarecer que A NR 10 é uma Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego que não faz nenhuma determinação em relação à legislação profissional existente. Desta forma, não é do Ministério do Trabalho a competência de estabelecer atribuições profissionais, mas sim dos conselhos federais, que exercem a fiscalização por meio dos conselhos regionais. O item 10.2.7 da NR 10 estabelece que “os documentos técnicos previstos no Prontuário de Instalações Elétricas devem ser elaborados por profissionais legalmente habilitados”. Ora, os comprovantes de treinamento são documentos que compõem o prontuário, logo, deverão ser emitidos por profissionais legalmente habilitados. Essa habilitação legal é determinada, como já foi dito, pela legislação específica, a regulamentação profissional, e não pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

No caso da área técnica (eletricidade e segurança tratadas na NR 10), a regulamentação se faz de acordo com a Resolução 1010, de 22 de agosto de 2005, que entrou em vigor a partir de julho de 2007. A NR 10 foi publicada em 8 de dezembro de 2004, portanto, no período em que vigorava a resolução 218 do Confea, que traz no item 8 do artigo 1º, a atribuição de ensino para engenheiros (há engenheiros com atribuições estabelecidas por outros dispositivos legais anteriores à resolução 218).

Para os técnicos, as resoluções posteriores à resolução 278, de 27 de maio de 1983, são as regulamentações legais que estabelecem as atribuições de cada profissional, segundo os critérios dos conselhos federais. Assim, o treinamento (40 ou 80 horas) da NR 10 está composto por conteúdo de três áreas distintas, que se complementam, respectivamente, a elétrica, a de segurança e a área médica. Cada um dos assuntos deverá ser ministrado por profissional legalmente habilitado naquela especialidade.

Não está previsto na NR 10 que esse treinamento seja promovido por uma entidade de ensino, por empresa externa ou por órgão registrado ou autorizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Como descrito acima, o Ministério do Trabalho Emprego não tem competência legal para registrar ou autorizar nenhum órgão para ministrar o treinamento NR 10.

Qual a validade curso nr10?

2 anos

Nota técnica 54/2018 ministério do trabalho

Nota técnica foi revogada pela NR1 de 2019

Nota técnica nº 283 do ministério do trabalho

Nota técnica não foi publicada

Curso NR10 MEC

É comum os alunos questionarem sobre a existência de uma validação do curso de NR10 pelo Ministério da Educação (MEC). Por isso, esclarecemos que a norma NR10 foi elaborada e é fiscalizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), responsável pelos direitos e deveres do trabalhador e dos vínculos empregatícios.

Os objetivos das Normas Regulamentadoras e do treinamento em NR10 são fornecer orientações sobre procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho e apresentar definições na forma de realizar as atividades do trabalho, dessa maneira fica claro o motivo da inexistência de vínculos entre o MEC e os cursos de NR10.

A NR10 exige ART?

A Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) é um registro documental dos serviços prestados por um profissional ou por uma organização. De acordo com a Lei n° 6.496 de 7 de dezembro de 1977, todo contrato para a execução de obras ou prestação de serviços profissionais referentes à Engenharia e à Agronomia são sujeitados a necessidade de uma ART. Essa documentação define a autoria e os limites da responsabilidade e da participação técnica em cada obra ou serviço.

Existe grande dúvida sobre a exigência do recolhimento da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) para a norma NR10 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O MTE estabelece regras com o objetivo de assegurar a garantia da segurança dos trabalhadores no exercício de suas atividades profissionais. Uma vez que a NR10 está contida na Lei Federal n° 6.496, é estabelecida a exigência da ART de forma genérica e ampliada. O recolhimento deste documento é regulamentado pela Resolução 425/98 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

Por isso, para uma organização ao ministrar um treinamento de NR10 é necessário o recolhimento da ART. Além disso, é exigido em relação a NR10 que todos os documentos que integram o prontuário sejam elaborados por profissionais legalmente habilitados e registrados, isso é comprovado pela apresentação da ART respectiva às atividades desses profissionais.

Entre as atividades da norma que necessitam da exigência da ART estão as seguintes:

• Análise de risco e elaboração de procedimentos
• Elaboração de esquemas unifilares e de projetos
• Especificação de dispositivos de proteção
• Inspeções e medições dos sistemas de proteção contra descargas atmosféricas
• Especificação de equipamentos de proteção coletiva e individual
• Elaboração de relatório técnico e de inspeções

O objetivo da exigência da ART é a comprovação da experiência dos profissionais envolvidos no processo, além disso, é comprovante de habilitação. Ao requisitar a ART é realizado um registro no Conselho Regional do Confea e, nesse registro, é possível a conferência da CAT e de outros documentos.

Curso NR10 é na Engehall.

© Todos Direitos Reservados | Engehall Elétrica | Curso NR10