Aterramento

Aterramento é a ligação intencional de um equipamento ou sistema à terra através da qual correntes elétricas podem fluir. O aterramento pode ser:

•Funcional: ligação através de um dos condutores do sistema neutro.
•Proteção: ligação à terra das massas e dos elementos condutores estranhos à instalação.
•Temporário: ligação elétrica efetiva com baixa impedância intencional à terra, destinada a garantir a equipotencialidade e mantida continuamente durante a intervenção na instalação elétrica.

O aterramento consiste na ligação do sistema e/ou dos equipamentos a terra, através de um componente condutor, para que seja possível o escoamento de cargas de fuga do sistema. Dessa maneira os profissionais ficam protegidos contra choques elétricos acidentais oriundos de falhas ou condições diferentes das normais de trabalho.

São utilizados diferentes esquemas de aterramento, os métodos apresentados são caracterizados pelo aterramento do neutro da BT de um transformador AT/BT e o aterramento das partes metálicas expostas da instalação BT. O uso desses métodos é orientado a partir das medidas necessárias para a proteção contra os riscos de contatos indiretos. Quando necessário, podem ser aplicados mais de um aterramento nas instalações.

Os esquemas de aterramento devem ser interpretados de forma genérica. Elas utilizam, como exemplo, sistemas trifásicos. As massas indicadas não simbolizam um único, mas sim qualquer número de equipamentos elétricos. Além disso, as figuras não devem ser vistas com conotação espacial restrita. Deve-se notar, neste particular, que como uma mesma instalação pode eventualmente abranger mais de uma edificação, as massas devem necessariamente compartilhar o mesmo eletrodo de aterramento, se pertencentes a uma mesma edificação, mas podem, em princípio, estar ligadas a eletrodos de aterramento distintos, se situadas em diferentes edificações, com cada grupo de massas associado ao eletrodo de aterramento da edificação respectiva.

Esquema TN
Esquema TT
Esquema IT

Curso de NR 10 é na Engehall.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *