5️⃣ coisas que NINGUÉM OBSERVA na hora de COMPRAR LÂMPADAS 💡

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional:
➽ https://ift.tt/3secdlV
------

✅ Gostou desse vídeo?
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

👉 Curso NR10 com 20% de desconto
➽ https://ift.tt/3wQ8mPr
------
Fala meus queridos, tudo massa?
Comprar uma lâmpada é uma tarefa bem fácil, não é?
Precisamos apenas escolher o modelo que ilumina mais e pelo menor preço possível certo?

Mas e se eu te disser que não é bem assim, que você precisa ter em mente outros fatores além de modelo e preço? Ficou curioso?

Se prepara então porque no TOP FIVE de hoje vou mostrar cinco coisas que quase ninguém observa na hora de comprar lâmpadas, fica ligado!

Então turma, hoje graças a tecnologia das lâmpadas de LED conseguimos realizar diversos tipos de iluminação com elas, tá cada vez mais fácil criar efeitos dentro das casas.
Só que aí vem o primeiro problema, existem diversos tipos de lâmpada de LED no mercado, e sinceramente, quando a gente fala de iluminação tem muito gato por lebre aí. Por isso eu vim aqui te ensinar a não levar prejuízo e vou dar dicas para te ajudar a decidir qual melhor lâmpada para sua necessidade?

Em QUINTO lugar, precisamos saber onde as lâmpadas serão instaladas. Nossas dicas pra isso são:
Se for em um quintal, por exemplo, as mais indicadas são os refletores.
Se for em uma cozinha ou garagem, podemos utilizar as lâmpadas tubulares.
Se quisermos apenas decoração, podemos utilizar os spots.
Cabe lembrar que em imóveis mais simples ou de aluguel, o mais comum de encontrarmos em residências é a lâmpada bulbo.

Já em QUARTO lugar, devemos verificar a Eficiência luminosa da lâmpada, ou seja, quanto a lâmpada emite de luz por watt. A melhor lâmpada será aquela que tem um alto número de lúmens (emite mais luz) e um baixo número de watts.

Por exemplo, uma lâmpada tem 9W de potência que tem 90,0 lumens por watt, nos entrega 810 lumens de iluminação. Logicamente estes índices podem variar de acordo com a marca e modelo, já vi marcas que tem 9W mas não entregam nem 600 lumens, por isso é altamente importante dar uma lida na embalagem e ver quantos lumens cada tipo de lâmpada está emitindo.

Bom então até agora falamos sobre a importância de escolher a lâmpada conforme o tipo de ambiente e também sobre a eficiência luminosa que é dada em lumens. Calma que tenho ainda mais três dicas!

Em TERCEIRO lugar, precisamos escolher a temperatura da lâmpada. Se o ambiente precisa de um toque mais aconchegante, como quarto ou sala, recomendo escolher uma lâmpada com temperatura de cor quente, no caso uma luz mais amarelada.
Se você precisa de colocar em um ambiente de leitura, ou local que dê sensação de espaço ou limpeza, ai já recomendo uma iluminação mais fria, no caso as lâmpadas de cor mais branca. Geralmente usamos mais dessas em banheiros e cozinhas.

E uma coisa interessante é que a temperatura de cor nada tem a ver com a temperatura do ambiente, afinal, o LED não emite calor. A unidade de medida, nesse caso, é o Kelvin, escrito como K. Quanto maior o K, mais branca será a luz emitida, quanto menor o K mais amarelada será essa luz. Então fique de olho nas embalagens em busca da informação da temperatura de cor ok?

Já em SEGUNDO lugar, devemos analisar o IRC - ÍNDICE DE REPRODUÇÃO DE COR. Aí fica um pouco mais técnico, porém dá pra explicar olha só:
Este índice é baseado em uma tentativa de mensurar a percepção da cor avaliada pelo cérebro. Ele vai de 0 a 100 e quanto maior o valor, mais precisa a reprodução da cor.
Importante observar que este índice não possui unidade de grandeza sendo definido como adimensional, então é só dar mais uma buscada na embalagem também pelo IRC e o modelo que oferecer um maior IRC tende a ser a melhor escolha.

Porque pra fechar, em PRIMEIRO lugar precisamos principalmente saber se as cores no interior do ambiente são claras ou escuras, pois isso irá influenciar e muito na iluminância, ou seja, precisaremos de mais luminárias e com isso, iremos gastar mais energia elétrica.
Observar a quantidade de portas e janelas, entrada de luz natural, se haverá cortinas ou não, enfim, tudo isso faz parte de um bom planejamento luminotécnico, e você pode ir se especializando cada vez mais nesse assunto.

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:

ESCRITÓRIO BH

Av. Portugal, 4340
Itapoã - Belo Horizonte / MG
Telefone: (31) 3499-6030

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Rua Tenente Coronel Soares Neiva, 72
Vila Aricanduva - São Paulo / SP
Telefone: (11) 3090-2670

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Telefone: (21) 3090-0798

OUTRAS CIDADES

apartmentmagnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram