🔥 O que ACONTECE se eu COLOCAR FOGO em um FIO de MÁ qualidade?

Teste de Qualidade de Cabo Elétrico

Resolvemos colocar à prova o componente mais usado nas instalações elétricas, colocamos a prova o CABO ELÉTRICO, e antes que apareçam os professores de português nos comentários dizendo “ai André, não é cabo, é fio…” já informo que estou fazendo uso de uma categoria linguística, a “linguagem popular padrão”, então estou autorizado sim a falar, cabo, fio, condutor, e até arame se eu quiser, afinal tenho licença poética pra isso, o que importa é você entender tudo.

Mas voltando à aula vamos conferir se o cabo que iremos testar é resistente a sobrecarga, se realmente é anti chama, e vamos também fazer um teste extra hoje, vamos colocar fogo na isolação dele, como se um incêndio tivesse começado por outros motivos e possa atingir esse cabo será que ele propaga fogo até mesmo desligado?

Como cobaia usaremos cabos de 2,5mm2 com isolação 750V e pela primeira vez testaremos na MDC o cabo com isolação 0,6/1kV, ambos da nossa parceira MEGATRON.
E durante a aula vou falar de uma promoção que tá rolando nas redes sociais da MEGATRON, fica ligado para não perder essa combinado?

Para nosso primeiro experimento, vamos replicar o teste de sobrecarga que sempre fazemos aqui na MDC.

O cabo de 2,5mm² com isolação PVC/ 750V suporta em média 24A conforme a tabela 36 da norma. Já o cabo com isolação de EPR XLPE 0,6/1kV suporta em média 31A, ambos estamos simulando condições normais de uso.

Sabendo disso, primeiro, testaremos os dois cabos no limite da capacidade de corrente deles durante um período de 4 minutos.

Depois dobraremos ambas correntes e deixamos novamente por um período de 4 minutos.

Por fim, faremos um teste destrutivo do componente, elevando em 5 vezes a corrente e deixamos novamente por aproximadamente 4 minutos.

Bora então pro teste?

Primeiro vamos testar o cabo com isolação PVC/ 750V. Iniciamos nosso teste aplicando 24 amperes e a temperatura no cabo no início do teste estava em 30 graus. Reparem que desta vez estamos usando o timer da MDC. Ao final dos 4 minutos, a temperatura no cabo estava em 36 graus.
Elevamos então a corrente para 47 amperes e a temperatura no cabo após 30 segundos já estava em torno de 39 graus. Passados mais estes 4 minutos, a temperatura no cabo já estava em 64 graus.
Para nosso teste destrutivo, elevamos a corrente no cabo para 120 amperes. Reparem que em apenas 6 segundos a temperatura no cabo já estava em 90 graus!!! Reparem como ela vai subindo rapidamente e quando ela chega em 120 graus, reparem a fumaça começando a sair. À medida que a temperatura vai subindo, a isolação do cabo começa a derreter e após os 4 minutos, podemos perceber que apesar da isolação bem deteriorada, não criou e nem propagou chama. Além disso, o cabo não rompeu, mesmo a temperatura chegando a 365 graus.

Agora vamos refazer o mesmo teste com o cabo HEPR

Agora vamos testar o cabo com isolação XLPE 0,6/1kV. Iniciamos nosso teste aplicando 31 amperes. após 1:30, a temperatura no cabo estava próximo de 35 graus. E ao final dos 4 minutos, a temperatura no cabo estava em 38 graus.
Elevamos então a corrente para 62 amperes. reparem como a temperatura do cabo vai subindo. em pouco mais de 20 segundos, a temperatura no cabo já estava em torno de 42 graus. E novamente, ao final dos 4 minutos, a temperatura no cabo já estava em quase em 69 graus.
Para nosso teste destrutivo, elevamos a corrente no cabo para 150 amperes. e em apenas 20 segundos, a corrente caiu para 125 amperes e começou a sair fumaça do cabo. Neste momento a temperatura já estava em torno de 131 graus e subindo.
Quando a corrente chegou em 96 amperes, a temperatura estava em torno de 326 graus, e como faltavam ainda 1:30 minutos para o fim do teste, elevamos novamente a corrente, só que desta vez para 120 amperes. e ao termino do tempo, a temperatura estava superior a 400 graus,
Mais uma vez percebemos que apesar da isolação bem deteriorada, não criou e nem propagou chama. Interessante o cabo tambem não ter se rompido, mesmo a temperatura passando de 400 graus.

e esse é o resultado do cabo 750V e do cabo 0,6/1KV após nossos testes...

Bom deu pra ver então que os cabos atenderam muito bem as expectativas. Ficou claro que a isolação 0,6/1kV demorou mais tempo para derreter, mas isso já era esperado devido ao seu tipo de isolação. Como percebemos, nenhum dos condutores sequer iniciou um incêndio.

Escrito por: Marlon Pascoal Pinto

Instrutor de Normas Regulamentadoras
Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho
Crea: 172.438/D MG

Aprenda os 3 Pilares para se tornar Eletricista, agora mesmo
e de forma 100% grátis.
CURSO-GRATIS

SIM! Eu quero realizar o Curso
de Eletricista Gratuito

certificado iso 9001
Logo Crea
chevron-down