...

⚠️ Porque NÃO É RECOMENDADO usar SOLDA nas CONEXÕES ELÉTRICAS – Teste Prático

conexões elétricas

Porque NÃO É RECOMENDADO usar SOLDA nas CONEXÕES ELÉTRICAS? Leia o conteúdo a seguir e assista o teste prático do vídeo para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Teste prático – Porque não é recomendado usar solda nas conexões elétricas?


Para este teste iremos simular o que acontece com a solda no momento de uma sobrecarga elétrica. Como a gente quer ver como se comporta a solda, não usaremos fita isolante. Isso porque, se tiver com fita não vai dar pra ver se ela vai derreter, se ela vai evaporar.

Sendo assim, fizemos então uma emenda em um cabo de 2,5mm2. Isso porque, como a intenção neste teste é apenas visualizar o que acontece com a solda durante uma sobrecarga elétrica, não faremos teste de tração ou qualquer coisa do tipo.

Iniciando os testes nas conexões elétricas

Iniciamos nosso teste nas conexões elétricas aplicando uma corrente de 25 amperes nesta montagem A temperatura está próxima de 30 graus.

Subimos a corrente para aproximadamente 50 amperes no condutor, e a temperatura subiu para 43 graus.

Novamente elevamos a corrente, mas desta vez fomos para 100 amperes e reparem que em poucos segundos a temperatura já estava em 93 graus. Dessa forma, neste momento que uma fumaça começou a sair da isolação do cabo.

Aqui, podemos reparar também como o cabo foi aumentando do diâmetro antes da fumaça começar a sair.

Desse modo, a medida que a temperatura ia subindo, reparem que a solda vai desaparecendo, deixamos em 100 amperes durante 5 minutos e desligamos a máquina.

Ou seja, a temperatura chegou a 258 graus, a isolação completamente destruída e a solda desapareceu completamente. Reparem a solda durante este time lapse. Aqui, a solda que usamos possui uma mistura de 63 por cento de estanho e 37 por cento de chumbo.

Vejam só como ficou tanto o cabo quanto a emenda após o teste. Aqui, é notável a deformação da proteção isolante e o ponto positivo mais uma vez foi não ter propagado chama.

Mas olhem só na emenda, eu imaginava que a solda fosse fundir ainda mais com o condutor, e dá pra ver que isso não aconteceu. Em outras palavras, ela simplesmente evaporou e ao tocar na parte soldada podemos perceber o ressecamento do condutor.

Por isso, te falo porque peguei no cabo para observar mais de perto!

Qual a conclusão do teste prático?

Bom, agora sim, posso dar minha opinião baseada em um experimento prático, sobre o motivo da norma não recomendar o uso de solda nas instalações elétricas.

Como falei lá atrás a solda usada nas instalações elétricas é feita com uma mistura de estanho e chumbo.

Ou seja, estes materiais são totalmente diferentes do material usado nos cabos, que é o cobre. A título de curiosidade, o ponto de fusão do estanho é 237 graus já o ponto de fusão do chumbo é 327 graus. Já o cobre chega a 1085 graus, e isso tá no google.

Dessa forma fica fácil deduzir porque a solda simplesmente evaporou, e o cobre do cabo se manteve, afinal no teste a temperatura não chegou a tudo isso né.

E por esse motivo que é proibido soldar nas pontas dos cabos. Quando acontece uma sobrecarga, a solda evapora, com isso diminui o volume dentro do borne de conexão e daí perde todo aperto, que foi feito em um ponto rígido e agora está muito frouxo.

Para finalizar…

Então assim, na minha opinião, a norma não recomenda o uso de solda nas emendas e proíbe nas terminações simplesmente por ser um metal mais “fraco” do que o cobre, tá visto que é.

E sinceramente, aqui pra nós? Soldar emenda é gastar tempo e dinheiro à toa, afinal uma emenda bem feita, seja cabo a cabo, ou com conectores apropriados, dispensa a necessidade de solda como “reforço”.

Por isso que não se deve também apenas encostar um cabo no outro e soldar, se houver sobrecarga a solda é a primeira a abandonar o barco e com isso haverá o seccionamento do ponto de conexão, sempre faça emenda cabo a cabo.

Aí você deve estar se perguntando, mas André, e os conectores, eles também são de materiais diferentes, a maioria não são de cobre.

Bom pessoal, as boas marcas prezam sim o uso do cobre eletrolítico nas partes condutivas dos conectores sim, sejam eles a mola, torção, a parafuso, etc. As boas marcas usam cobre sim, agora as marcas baratas eu já não posso garantir tá bom?

Agora, se você quer ter a oportunidade de se tornar o melhor profissional da elétrica, clica no botão abaixo e venha aprender com os melhores mediadores do assunto

Marlon Pascoal

Marlon Pascoal

Instrutor de Normas Regulamentadoras
Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho
Crea: 172.438/D MG

VAI PERDER?

NR10 BÁSICO

R$ 275,00

R$ 185,00

Fazer Matrícula agora

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.